Notícia

Proclamação da República

Temer visita Itu, “Berço da República”

publicado: 15/11/2017 09h33, última modificação: 26/02/2018 12h28
Cidade paulista sediou a primeira reunião republicana do País, movimento que culminou com a Proclamação em 1889
Temer visita prefeitura de Itu

Presidente se reúne com prefeito e presidente da Câmara dos Vereadores na prefeitura do município - Foto: Foto: Clauber Cleber Caetano/PR

Nesta quarta-feira (15), dia em que se comemoram os 128 anos da Proclamação da República, o presidente Michel Temer visita a cidade de Itu (SP), que ficou conhecida como Berço da República. Temer se encontra, às 10h, com o prefeito e com o presidente da Câmara dos Vereadores do município. Em seguida, às 10h30, participa da entrega do título de Cidadão Ituano ao seu amigo pessoal, o advogado e administrador José Eduardo Bandeira Mello. 

"Desde que o Brasil se tornou uma República, é a primeira vez que um presidente vem à cidade”, afirma o prefeito Guilherme Gazzola. “No dia da proclamação da República é um privilégio receber o presidente Michel Temer na nossa cidade, que é o berço da República”, destaca ele.

O “título” é atribuído à cidade por ter sediado, em 18 de abril de 1873, a Convenção Republicana de Itu, assembleia de políticos e cafeicultores, que fundou o Partido Republicano Paulista (PRP). A ocasião foi o marco originário da campanha que culminou com a Proclamação da República, em 1889.

Michel Temer tem uma ligação antiga com a cidade de Itu. Em 1969, começou a trabalhar na Faculdade de Direito de Itu (Faditu) como professor assistente. Pouco depois, assumiu como titular da cadeira de Direito Constitucional; foi, ainda, vice-diretor e diretor da faculdade.

Em 2009, o presidente recebeu o título de Professor Emérito da faculdade. Outra homenagem, ainda, é que o auditório da instituição leva o nome do presidente.

Bandeira de Mello

José Eduardo Bandeira Mello, que já foi vice-presidente da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp),  recebe o título de cidadão ituano em sessão solene da Câmara dos Vereadores de Itu. Temer e Bandeira de Mello, junto com Paulo de Barros Carvalho e Celso Bastos, abriram um escritório de advogados que funcionou até 1969.

Fonte: Portal Planalto


Reportar erro