Governo vai intensificar fiscalização em áreas de conflito agrário na região amazônica - 30/05/2011

publicado 27/09/2012 17h16, última modificação 27/02/2018 23h19
Para combater o conflito agrário na região amazônica, o governo federal resolveu intensificar a fiscalização em áreas específicas. A morte de quatro líderes do campo, no Norte do país, foi um dos motivos que levaram o presidente em exercício Michel Temer a se reunir, em Brasília, para traçar ações de combate à violência no campo. Em menos de uma semana, no Pará, foram assassinadas três pessoas. Em Rondônia, houve uma morte. Ainda esta semana, o ministro da secretaria geral da Presidência da República, Gilberto Carvalho, deve se reunir com os Governadores dos estados do Amazonas, Pará e Rondonia para definir os recursos necessários no combate a violência no campo. Na Amazônia serão instalados dois escritórios de regularização fundiária.
Conteúdo alternativo

Não há transcrição disponível.