Você está aqui: Página Inicial > Vice-Presidência > Vice-Presidente > Notícias > Notícias do Vice > 2015 > Vamos incrementar as relações comerciais com a Rússia, diz Michel Temer

Notícia

Vamos incrementar as relações comerciais com a Rússia, diz Michel Temer

por Ascom/VPR publicado: 14/09/2015 14h00 última modificação: 14/09/2015 15h33
Ascom/VPR
Romério Cunha/VPR Vice-presidente em visita ao estande do Brasil na Feira Mundial de Alimentaçã WorldFood

Vice-presidente em visita ao estande do Brasil na Feira Mundial de Alimentaçã WorldFood

No primeiro dia da visita oficial à Rússia, o vice-presidente Michel Temer coordenou uma reunião com ministros e empresários brasileiros para tratar dos temas que serão discutidos na VII Reunião da Comissão de Alto Nível, Brasil-Rússia. O encontro será na quarta-feira (16). "As perspectivas para a Comissão de Alto Nível são muito boas. Temos oito acordos pra assinar, muitas ideias pra trocar e tenho certeza de que vamos incrementar a relação comercial entre os nossos países", avaliou o vice-presidente. 
Michel Temer foi recebido em seguida pelo presidente da Duma Federal, Serguei Naryshkin, que reiterou o interesse russo de intensificar o comércio e as relações com o Brasil. "Vemos o Brasil como um grande centro de crescimento mundial. Para nós a cooperação é importante", destacou Naryshkin. O vice-presidente acrescentou que o intercâmbio entre os dois países também pode ser cultural. "Vejo com grande entusiasmo a ideia de incrementar os centros de cultura russos e brasileiros nos dois países", afirmou.

World Food Moscow 2015

A comitiva oficial visitou o pavilhão do Brasil na Feira Mundial de Alimentação (World Food Moscow). Vinte empresas nacionais dos setores de carnes, frutas e cereais expõem até o dia 17  de setembro na Rússia. No ano passado, as empresas participantes fecharam vendas da ordem de U$ 114 milhões em doze meses. "Este é um momento nobre da nossa passagem pela Rússia. Muito sucesso e (que façam) negócios de milhões e milhões de dólares, finalizou.

 Integram a comitiva oficial os ministros de Minas e Energia; Desenvolvimento, Indústria e Comércio; Turismo; Pesca e Aquicultura; e das secretarias dos Portos e da Aviação Civil.