Você está aqui: Página Inicial > Vice-Presidência > Vice-Presidente > Notícias > Notícias do Vice > 2015 > Michel Temer ressalta em Moscou o potencial do comércio Brasil-Rússia

Notícia

Michel Temer ressalta em Moscou o potencial do comércio Brasil-Rússia

por Ascom/VPR publicado: 15/09/2015 18h00 última modificação: 16/09/2015 12h43

No segundo dia da viagem oficial à Rússia, o vice-presidente da República se se reuniu com o vice-primeiro-ministro russo para Assuntos Econômicos e Comerciais, Arkady Dvorkovic, e ressaltou o interesse do Brasil em ampliar o intercâmbio comercial e de serviços com a Rússia. “O presidente Vladimir Putin e a presidenta Dilma Rousseff reiteraram o compromisso de ampliar o fluxo comercial entre os nossos países em U$ 10 bilhões. Faremos esforço para atingir essa meta”, disse Temer.

O setor energético é uma das prioridades. O ministro de Minas e Energia, Eduardo Braga, manteve reuniões com autoridades do setor para tratar de acordos na área. “Há grandes perspectivas de a relação econômica ficar cada vez mais forte”, disse Braga. Os ministros da Pesca, Helder Barbalho; da Aviação Civil, Eliseu Padilha; dos Portos, Edinho Araújo; do Turismo, Henrique Alves; e a secretária-Executiva do Ministério de Ciência e Tecnologia, Emília Curi, também participaram de negociações nas respectivas áreas. “Inauguramos hoje um escritório da Embratur em Moscou e lançamos um site para promover o turismo brasileiro na Rússia”, anunciou o ministro Henrique Alves.

Ao lado do vice-primeiro-ministro Dvorkovic, Temer participou do encerramento do Fórum Empresarial Brasil-Rússia, promovido pelo Ministério das Relações Exteriores e pela Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (APEX). Mais de 400 empresários brasileiros e russos estiveram no evento. “Este fórum pode gerar frutos entre os nossos países. Estamos usando apenas uma parte do nosso potencial”, disse Dvorkovic.

Cooperação Parlamentar

A comitiva oficial brasileira também foi recebida hoje (15) em Moscou por parlamentares do Conselho da Federação Russa (equivalente ao Senado Federal). A presidente Valentina Matvienko falou do papel do parlamento na garantia dos acordos bilaterais. “Vemos como positivo o intercâmbio entre os grupos parlamentares dos dois países. Podemos consolidar a base jurídica da nossa cooperação bilateral. O Brasil é o maior parceiro comercial da Rússia”, avaliou Matvienko.

O Brasil é o maior fornecedor de produtos agrícolas para a Rússia. Em 2014, exportou US$ 3,8 bilhões e importou US$ 3 bilhões, alcançando um superávit de US$ 800 milhões na balança. Carnes bovina, suína e de frango representaram quase 64% do total das vendas brasileiras para o mercado russo.