Você está aqui: Página Inicial > Vice-Presidência > Vice-Presidente > Notícias > Notícias do Vice > 2015 > Michel Temer: reprogramação da economia brasileira atrairá mais investimentos

Notícia

Michel Temer: reprogramação da economia brasileira atrairá mais investimentos

por ASCOM/VPR publicado: 20/04/2015 17h51 última modificação: 20/04/2015 17h51
Anderson Riedel Vice-presidente da República em visita oficial a Portugal

Vice-presidente da República em visita oficial a Portugal

O vice-presidente da República, Michel Temer, destacou a importância do ajuste fiscal para o Brasil voltar a crescer. Em seu primeiro dia de visita a Portugal, ele encontrou-se com empresários e defendeu o aumento do comércio e dos investimentos com o país lusitano. “Acreditem no Brasil, invistam no Brasil. Não é sem razão que Portugal fez também um ajuste econômico, que foi bem sucedido e, aos poucos, sai de uma suposta crise para o desenvolvimento”, disse no encerramento do Seminário Empresarial Brasil-Portugal, onde compareceram mais de 170 homens de negócio.

O vice-primeiro-ministro português, Paulo Portas, salientou no encontro que uma reprogramação da economia é fundamental. Portugal vem passando por ajustes e reformas que contribuíram para um crescimento do PIB estimado acima de 2% nos próximos anos. "O Brasil tem posição reconhecida por todos. Não se imagina uma relação econômica sem o Brasil", declarou Portas.

A importância de aumentar os negócios e parcerias com Portugal também foi assunto da audiência com o presidente da República portuguesa. Acompanhado do ministro dos Portos, Edinho Araújo, Temer relatou a Cavaco Silva que o Brasil está disposto a abrir investimentos na área portuária. “Para Portugal e para o mundo, é importante que o Brasil continue a crescer”, disse Silva. 

O encontro com o Primeiro-Ministro, Pedro Passos Coelho, foi marcado por temas políticos e econômicos, como a realização da próxima Cimeira Bilateral ainda no primeiro semestre, no Brasil, e o interesse da União Europeia em negociar com o Mercosul. Temer entregou convite da presidente Dilma Roussef para que Passos visite oficialmente o Brasil. “Os encontros com as autoridades portuguesas revelam a cordialidade cultural, politico e econômica existente entre Brasil e Portugal", finalizou Temer.