Você está aqui: Página Inicial > Vice-Presidência > Vice-Presidente > Notícias > Notícias do Vice > 2015 > Brasil e Portugal querem desburocratizar investimentos

Notícia

Brasil e Portugal querem desburocratizar investimentos

por publicado: 21/04/2015 11h27 última modificação: 21/04/2015 13h22
Anderson Riedel

A necessidade de facilitar o comércio e os investimentos entre Brasil e Portugal marcou o tom da reunião de trabalho, realizada nesta terça-feira (21) em Lisboa. O vice-primeiro-ministro português, Paulo Portas, e o vice-presidente da República, Michel Temer, acertaram a criação de um “Observatório de Comércio e Investimentos”, integrado inicialmente pelos Ministérios das Relações Exteriores e Indústria e Comércio, com os seus respectivos representantes em Portugal. “Sugiro que o grupo se reúna duas vezes por ano. E que o primeiro encontro se dê ainda neste semestre”, falou o vice-presidente.

 Para o vice-primeiro-ministro português, a intenção é “trabalhar na criação de um observatório que permita resolver problemas e acompanhar as empresas que fazem investimentos, de forma que a burocracia não se transforme em impeditivos”. 

 Michel Temer aproveitou o encontro e anunciou que o Ministério da Agricultura vai resolver entraves fitossanitários que impendem a entrada de uvas e cítricos oriundos de Portugal. “Falei com a ministra Kátia Abreu e ela me relatou que, em até 30 dias, tudo estará resolvido”,. O vice-presidente também manifestou o interesse do Brasil de vender aviões da Embraer a Portugal. Proposta vista com bons olhos pelo país lusitano. “Há uma forte participação de engenheiros portugueses na fabricação do KC-390. Algumas peças do avião são produzidas aqui”, disse Portas. 

 

A ideia é aproveitar a Cimeira Bilateral que ocorrerá, no Brasil ainda no primeiro semestre, para que as autoridades façam o primeiro voo oficial do cargueiro. O encontro deve coincidir com os 450 anos da chegada dos portugueses ao Rio de Janeiro, que prevê comemorações nos dois países. 

Como parte da sua política de crescimento, o governo português anunciou que pretende ampliar as privatizações e que tem profundo interesse na participação do Brasil em setores importantes da economia, como a compra da companhia aérea TAP. O governo brasileiro já vem estimulado as companhias aéreas nacionais a entrarem na licitação. Elas têm até o dia 15 de maio para enviarem as ofertas.                                                       

Portos
O ministro da Secretaria Nacional de Portos, Edinho Araújo, assinou memorando de entendimento com o Ministério da Economia de Portugal português visando à simplificação de procedimentos portuários de despacho de navios, a fim de reduzir tempos e custos. O principal objetivo é facilitar os investimentos brasileiros e portugueses no setor portuário.

Saúde
Representantes do Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra assinaram acordo com o Hospital Albert Einstein para promover parcerias nas áreas ensino e pesquisa.

APEX
A Agência de Promoção de Exportações do Brasil, APEX-Brasil, assinou memorando de atendimento com a Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal, EPE, visando promover as exportações e os investimentos, com troca de informações e promoção de eventos.