Você está aqui: Página Inicial > Vice-Presidência > Vice-Presidente > Notícias > Notícias do Vice > 2014 > Vice-presidente Michel Temer vai ao Oiapoque acompanhar a Operação Ágata

Notícia

Vice-presidente Michel Temer vai ao Oiapoque acompanhar a Operação Ágata

por ASCOM/VPR publicado: 14/05/2014 15h04 última modificação: 10/11/2014 15h47

Brasília, 14/05/2014 – Coordenador do Plano Estratégico de Fronteiras, o vice-presidente da República estará nesta quinta-feira (15) em Oiapoque, no extremo norte do Amapá.  Michel Temer acompanhará o trabalho das Forças Armadas na Operação Ágata 8, desencadeada pelo Ministério da Defesa, no último dia 10, para combater ilícitos de Norte a Sul do país.

No total, 16.886 quilômetros de fronteira do Brasil com os dez países sul-americanos estão sendo monitorados dia e noite por 30 mil militares da Marinha, Exército e Aeronáutica. Agentes das polícias federal, rodoviária e militar, além de técnicos de agências governamentais também participam da operação que começou no último dia 10 de maio. 

A Ágata 8 acontece às vésperas da Copa do Mundo. Durante a mobilização, militares estarão atentos aos principais crimes transfronteiriços como narcotráfico, contrabando e descaminho, tráfico de armas e munições, crimes ambientais, contrabando de veículos, imigração e garimpo ilegais. 

PEF

O Plano Estratégico de Fronteiras (PEF) foi criado por decreto da presidenta Dilma Rousseff. O PEF nasceu da necessidade do Brasil reforçar a presença em toda a fronteira terrestre com países vizinhos. 

A partir de junho de 2011, sob a coordenação do vice-presidente da República, o governo federal passou a integrar as ações dos diversos ministérios e os poderes públicos locais. 

A Operação Ágata, conduzida pelo Ministério da Defesa, e a Operação Sentinela, pelo Ministério da Justiça, são os vértices do PEF para o combate à criminalidade.

 Operação Ágata

 Em três anos, já foram realizadas sete edições da Operação Ágata. A faixa de fronteira situa-se 150 quilômetros a partir da divisa. Esse território compreende 27% do território nacional onde estão 710 municípios, sendo 122 cidades limítrofes e 588 não limítrofes. 

Dos mais de 16 mil quilômetros de extensão, 7.363 quilômetros são de linha seca e 9.523 quilômetros de rio, lagos e canais. São 23.415 quilômetros de rodovias federais. Os estados de fronteira são: Amapá, Pará, Roraima, Amazonas, Acre, Rondônia, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul. Os países vizinhos são: Guiana Francesa, Guiana, Suriname, Venezuela, Colômbia, Bolívia, Peru, Paraguai, Argentina e Uruguai.

 Além do combate aos ilícitos, a Ágata contempla também Ações Cívico-Sociais (Acisos), que consistem em atividades como atendimento médico, odontológico e hospitalar aos locais onde concentram famílias carentes. De acordo com o balanço integrado, as sete edições da Ágata resultaram em mais de 280 mil procedimentos de saúde, 57.698 atendimentos médicos e 55.230 odontológicos. Cerca de 9 mil pessoas foram vacinadas e distribuídos 219.003 medicamentos.