Você está aqui: Página Inicial > Vice-Presidência > Vice-Presidente > Notícias > Notícias do Vice > 2014 > Vice-presidente Michel Temer quer Ciência Sem Fronteiras para América Latina

Notícia

Vice-presidente Michel Temer quer Ciência Sem Fronteiras para América Latina

por Ascom/VPR publicado: 09/12/2014 09h00 última modificação: 09/12/2014 10h18
Ascom/VPR
Exibir carrossel de imagens A 24a Cúpula Iberoamericana de Chefes de Estado e Governo conta com presidentes e representantes de governos de 22 países latino-americanos, Espanha e Portugal

A 24a Cúpula Iberoamericana de Chefes de Estado e Governo conta com presidentes e representantes de governos de 22 países latino-americanos, Espanha e Portugal

Na 24a Cúpula Iberoamericana de Chefes de Estado e Governo, o vice-presidente Michel Temer defendeu a adoção do modelo do programa Ciência Sem Fronteiras para outros países da América Latina. A reunião conta com presidentes e representantes de governos de 22 países latino-americanos, Espanha e Portugal e ocorre na cidade de Veracruz no México. 

O tema principal da cúpula é a utilização de programas de Educação, Cultura e Inovação para aumentar a coesão social. Umas das propostas é facilitar o intercâmbio de estudantes e docentes nesses países. O vice-presidente disse que modelo do Brasil vai ao encontro dessa proposta.  

“O Ciência Sem Fronteiras é um programa que consideramos como basilar para construir a sociedade do conhecimento. Em pouco mais de 3 anos, vai garantir acesso às melhores universidades do mundo  para mais de 100 mil estudantes de graduação e de pós-graduação”, defendeu Michel Temer. “É apenas com investimento em educação pública, gratuita, de qualidade e universal que conseguiremos eliminar a pobreza extrema na América Latina”. 

O vice-presidente Michel Temer foi recebido na Cúpula Iberoamericana pelo presidente do México, Enrique Peña Nieto, e teve reunião com Rebeca Gryspan, a secretaria-geral iberoamericana.  

A partida do vice-presidente para o Brasil será na manhã desta terça-feira, com chegada em São Paulo prevista para 23h30 (horário de Brasília).