Você está aqui: Página Inicial > Vice-Presidência > Vice-Presidente > Notícias > Notícias do Vice > 2014 > Temer participa da posse do presidente da África do Sul

Notícia

Temer participa da posse do presidente da África do Sul

O vice-presidente Michel Temer prestigiou, na manhã deste sábado (24), a posse do presidente da África do Sul, Jacob Zuma. A cerimônia também teve as presenças de presidentes e líderes africanos, como o Rei dos Zulus, Goodwill Zwelithini, o rei da Bélgica, Philippe I, e a rainha, Mathilde.
por Ascom/VPR publicado: 24/05/2014 10h00 última modificação: 24/05/2014 10h31
Ascom/VPR
Luiz Sagarra Vice-presidente Michel Temer cumprimenta Jacob Zuma em nome do governo brasileiro.

Vice-presidente Michel Temer cumprimenta Jacob Zuma em nome do governo brasileiro.

O vice-presidente Michel Temer prestigiou, na manhã deste sábado (24), a posse do presidente da África do Sul, Jacob Zuma. A cerimônia também teve as presenças de presidentes e líderes africanos, como o Rei dos Zulus, Goodwill Zwelithini, o rei da Bélgica, Philippe I, e a rainha, Mathilde.
 
Antes da cerimônia, Michel Temer conversou com o presidente sul-africano sobre a reunião dos Brics (grupo formado por Brasil, Rússia, Índia e África do Sul), que ocorre em julho em Fortaleza. 
 
No discurso de posse, Zuma destacou as conquistas do passado, mas ressaltou a necessidade de desenvolvimento social e econômico do país. Como a queda nas taxas de desemprego, em torno de 25%, principalmente entre os negros. Ele também citou os Brics, ressaltando que o bloco é "um meio de promover um mundo mais justo" e encerrou o discurso defendendo uma "África do Sul para todos. Nem racista, nem sexista", finalizou.
 
Os convidados assistiram à apresentação dos aviões Força Aérea Sul-Africana que escreveram o número 20 no céu - em alusão aos vinte anos sem o regime de segregação racial no país, o Apartheid. Depois da cerimônia, o vice-presidente Michel Temer cumprimentou Zuma em nome do governo brasileiro. O líder sul-africano disse que em julho irá ao Brasil assistir a Copa e participar da reunião dos Brics