Você está aqui: Página Inicial > Vice-Presidência > Vice-Presidente > Notícias > Notícias do Vice > 2014 > Líbano quer intermediação do Brasil nos conflitos do Oriente Médio

Notícia

Líbano quer intermediação do Brasil nos conflitos do Oriente Médio

por ASCOM/VPR publicado: 10/07/2014 15h04 última modificação: 10/07/2014 15h04
Foto: Julia Maass

O vice-presidente da República, Michel Temer, recebeu na manhã desta quinta-feira (10) o ministro das Relações Exteriores do Líbano, Gebran Bassil. O chanceler libanês pediu a intermediação do Brasil para a solução dos conflitos no Oriente Médio, que têm se intensificado nos últimos meses. “O Brasil tem uma posição de diálogo, de pacificação daquela região, no sentido de haver um diálogo acentuado especialmente na ONU. É preciso que se acabe com o conflito, porque o Líbano é palco, muitas vezes, dos conflitos da vizinhança, especialmente hoje da Síria”, destacou o vice-presidente da República.

 

Militares da Marinha do Brasil já integram a Força Interina da ONU no Líbano. Os libaneses pedem agora o apoio do Exército na pacificação da região. “Está sendo criada uma adidância no Líbano para inter-relacionar as Forças Armadas dos dois países”, disse Temer.

Bassil também manifestou interesse em intensificar as relações comerciais e os investimentos entre os dois países. “Queremos que empresas brasileiras invistam no Líbano. Também temos interesse em um vôo comercial direto ligando os dois países”, disse Bassil.

O vice-presidente afirmou que vai levar as solicitações adiante. “Conversarei com a presidenta da República sobre os assuntos aqui tratados”, adiantou Temer.