Você está aqui: Página Inicial > Vice-Presidência > Vice-Presidente > Notícias > Notícias do Vice > 2014 > Chineses e portugueses querem ampliar os investimentos no setor elétrico

Notícia

Chineses e portugueses querem ampliar os investimentos no setor elétrico

por ASCOM/VPR publicado: 06/02/2014 14h19 última modificação: 19/03/2014 10h00
Romério Cunha - VPR Empresários do setor elétrico reúnem-se com o vice-presidente Michel Temer

Empresários do setor elétrico reúnem-se com o vice-presidente Michel Temer

Presidentes e diretores das empresas Energias de Portugal (EDP) e China Three Gorges Corporation (CTG) reuniram-se, nesta quinta-feira (6/2) com o vice-presidente da República, Michel Temer. Os executivos fizeram um balanço dos investimentos no Brasil e demonstraram o interesse em ampliar a produção de energias renováveis. “O Brasil tem um grande potencial para usinas hidrelétricas, eólicas e solares. Esse é o nosso objetivo”, afirmou o presidente da estatal chinesa, Cao Guangjing.

A CTG associou-se, no ano passado, a portuguesa EDP que já controla empresas de geração, transmissão e distribuição elétrica em nove estados brasileiros: São Paulo, Espírito Santo, Mato Grosso do Sul, Tocantins, Ceará, Santa Catarina, Rio Grande do Sul, Amapá e Pará.

“Queremos produzir a maior quantidade possível de energias renováveis”, disse António Luís Guerra Nunes Mexia, presidente da EDP Mundial.

No ano passado, o consórcio formado pela EDP e Centrais Elétricas Furnas venceu o leilão para construção e operação da hidrelétrica de São Manoel, no Rio Teles Pires, entre o Mato Grosso e Pará. A intenção dos empresários é participar de novos leilões de energia no país."É com grande satisfação que o Brasil recebe essa notícia. Os investimentos estrangeiros são bem-vindos", avaliou o vice-presidente.