Você está aqui: Página Inicial > Vice-Presidência > Vice-Presidente > Notícias > Notícias do Vice > 2014 > Documento brasileiro é aceito por líderes de 14 países reunidos na Cúpula de Segurança Nuclear

Notícia

Documento brasileiro é aceito por líderes de 14 países reunidos na Cúpula de Segurança Nuclear

por ASCOM/VPR publicado: 25/03/2014 16h36 última modificação: 25/03/2014 16h37

O vice-presidente da República, Michel Temer, encerrou a participação na III Cúpula de Segurança Nuclear, em Haia, nos Países Baixos, com um balanço da participação brasileira no evento. “A posição do Brasil foi muito bem recebida pelos líderes mundiais. Ela sustenta a possibilidade da utilização da tecnologia nuclear apenas para fins pacíficos", disse. Os brasileiros defendem que só a eliminação completa de todas as armas atômicas poderá oferecer à comunidade internacional uma solução duradoura e sustentável para a obtenção de maior segurança no campo nuclear.

Michel Temer assinalou ainda que a declaração conjunta foi subscrita além do Brasil, por África do Sul, Argélia, Argentina, Cazaquistão, Cingapura, Chile, Egito, Filipinas, Indonésia, Malásia, México, Nova Zelândia, Ucrânia e Vietnã. O documento “Em maior segurança: uma abordagem abrangente da Segurança Física Nuclear" mostra que o assunto deve estar articulado no âmbito dos esforços da comunidade internacional para promover os objetivos do desarmamento nuclear, da não proliferação e do avanço dos usos pacíficos da energia nuclear.