Você está aqui: Página Inicial > Vice-Presidência > Vice-Presidente > Notícias > Notícias do Vice > 2013 > Agosto > Vice-Presidente participa da entrega de espadins na Academia Militar das Agulhas Negras

Notícia

Vice-Presidente participa da entrega de espadins na Academia Militar das Agulhas Negras

por Portal Planalto publicado: 24/08/2013 15h24 última modificação: 25/08/2013 09h29
Ascom/VPR
Michel Temer entrega espadim na AMAN. - Crédito: Anderson Riedel

Michel Temer entrega espadim na AMAN. - Crédito: Anderson Riedel

O vice-presidente da República, Michel Temer, participou na manhã deste sábado (24) da cerimônia de entrega de Espadins aos 476 cadetes da Turma Sesquicentenário da Batalha de Tuiuti. Os militares realizam, ao longo deste ano, o Curso Básico de formação da Academia Militar das Agulhas Negras (AMAN).Temer entregou o espadim ao primeiro colocado do Curso Básico, Rômulo Morais Lima.

Apesar do tempo chuvoso, que atrasou em mais de uma hora a chegada do vice-presidente, Michel Temer fez questão de comparecer ao evento.

“Fiz questão de vir, porque este momento é importante na vida desses jovens e, como integrante do Poder Executivo, tenho o dever e a honra de valorizá-los”, destacou.

A AMAN é o único estabelecimento de ensino do País que forma oficiais combatentes de carreira do Exército Brasileiro. Após concluir a formação básica, o cadete, aluno da Academia, recebe uma miniatura do sabre de combate do Marechal Luís Alves de Lima e Silva, o Duque de Caxias. Trata-se do primeiro troféu a ser conquistado pelo jovem militar.

A primeira cerimônia de entrega de espadins ocorreu em 15 de dezembro de 1932, na antiga Escola Militar do Realengo, que se localizava na capital fluminense.

Origem dos cadetes

Os cadetes que ingressaram em 2013 na Academia Militar são de diversas partes do país. A maioria deles é da região Sudeste: 277; 82 são da região Sul do País; 34 do Centro-Oeste; 67 do Nordeste e 8 da região Norte. O Exército também recebe cadetes de Nações Amigas. Este ano, são oito os militares estrangeiros oriundos da Angola, Nigéria, Paraguai, Peru, Suriname e Venezuela.

Ingresso na carreira

Desde 1944, a Academia Militar recebe candidatos selecionados por meio de concurso público. A grade curricular da AMAN inclui disciplinas ligadas às ciências humanas, aplicadas, sociais e bélicas. Ao final do curso, o militar é declarado Aspirante a Oficial e recebe o grau de Bacharel em Ciências Militares.Durante quatro anos, os cadetes participam de diversas atividades, como treinamento físico militar, instruções de tiro de fuzil e pistola, bem como estágios de instrução especial.