Notícia

UBRABIO apresenta ao governo proposta de aumento do biodiesel na mistura ao óleo diesel

publicado: 16/04/2013 16h00, última modificação: 27/02/2018 22h51
Ascom/VPR

O vice-presidente da República, Michel Temer, recebeu na tarde desta quarta-feira (16) a diretoria da União Brasileira do Biodiesel (UBRABIO). A comitiva, acompanhada pelo senador Casildo Maldaner (PMDB-SC), apresentou três reivindicações para o novo marco regulatório do biodiesel. "As propostas visam ao crescimento do Programa Nacional  de Produção e uso do Biodiesel", afirmou o presidente da UBRABIO, Odacir Klein.

O setor defende a progressão imediata da mistura obrigatória de 5% para 7%,com avanço gradual para 10%, até 2015, e 20% até 2020. Eles também querem o uso do B20  Metropolitano no transporte público das grandes cidades, tendo como foco inicial as 12 cidades-sedes da Copa do Mundo de Futebol 2014 e a introdução do Biodiesel Interiorano - os estados aumentariam a mistura do biocombustível, produzindo localmente, como forma de reduzir incômodos e dinamizar as suas economias.

O vice-presidente da República considerou interessante o documento apresentado  pela UBRABIO.”O Biodiesel é importante para o país”, declarou Michel Temer.

Odacir Klein afirmou também que 105 mil agricultores familiares  produzem leguminosas para o Biodiesel  e que o combustível ecológico proporciona a redução de diversos poluentes presentes no diesel de petróleo.

Reportar erro