Você está aqui: Página Inicial > Vice-Presidência > Vice-Presidente > Notícias > Notícias do Vice > 2012 > Julho > Michel Temer inicia viagem a Moçambique

Notícia

Michel Temer inicia viagem a Moçambique

por Portal Planalto publicado: 17/07/2012 04h14 última modificação: 17/07/2012 04h14

 

O vice-presidente da República, Michel Temer, inicia hoje (17/7) viagem oficial a Moçambique. A comitiva permanece no país até sábado (21/7).
A aterrissagem na Base Aérea da capital Maputo está prevista para às 16:30, horário local. A programação oficial começa na quarta-feira (18/7), com a visita de cortesia à presidente da Assembléia da República, Verônica Macamo, às 10 horas. Às 11 horas, será inaugurada a nova residência oficial da Embaixada do Brasil em Maputo.
Na quinta-feira (19/7), às 10 horas, a comitiva segue para a mina de Moatize. Além do empreendimento para a exploração de uma das maiores minas de carvão do mundo,   serão apresentados os projetos sociais executados pela Companhia Vale do Rio Doce.
No mesmo dia, depois do retorno a Maputo, o governo oferece jantar aos Chefes de Delegação da IX Conferência da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa.
A reunião da CPLP ocorrerá ao longo desta sexta-feira (20/7), às 9 horas, e terá como tema “Os Desafios da Segurança Alimentar e Nutricional”. Às 18 horas, será feito o lançamento do Fundo Nacala, elaborado pela Fundação Getúlio Vargas para desenvolver a agricultura no entorno da ferrovia que vai da mina em Moatize ao porto de Nacala, no Oceano Índico. A iniciativa tem apoio do governo brasileiro por meio da Embrapa que desenvolve o programa Pro-Savana com o desenvolvimento de cultivares adaptadas ao solo e ao clima do país africano.
O vice-presidente brasileiro terá, no sábado , reuniões bilaterais com o presidente da República de Moçambique, Armando Emílio Guebuza, e com o primeiro-ministro, Aires Ali. Ainda no sábado, Michel Temer visita as instalações da Fábrica de Antirretrovirais, em Matola, que começou a operar. O projeto é uma parceria entre os governos dos dois países. O Brasil transferiu tecnologia para a produção dos medicamentos e acompanha toda execução da fabricação, com a consultoria da Fundação Oswaldo Cruz.
Após o almoço oferecido pelo primeiro-ministro de Moçambique, Aires Ali, o vice-presidente decola de volta a Brasília, às 14 horas.

O vice-presidente da República, Michel Temer, inicia hoje (17/7) viagem oficial a Moçambique. A viagem termina no sábado (21/7) .A aterrissagem na Base Aérea da capital Maputo está prevista para às 16:30, horário local. A programação oficial começa na quarta-feira (18/7), com a visita de cortesia à presidente da Assembléia da República, Verônica Macamo, às 10 horas. Às 11 horas, será inaugurada a nova residência oficial da Embaixada do Brasil em Maputo.Na quinta-feira (19/7), às 10 horas, a comitiva segue para a mina de Moatize. Além do empreendimento para a exploração de uma das maiores minas de carvão do mundo,   serão apresentados os projetos sociais executados pela Companhia Vale do Rio Doce. No mesmo dia, depois do retorno a Maputo, o governo oferece jantar aos Chefes de Delegação da IX Conferência da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa. A reunião da CPLP ocorrerá ao longo desta sexta-feira (20/7), às 9 horas, e terá como tema “Os Desafios da Segurança Alimentar e Nutricional”. Às 18 horas, será feito o lançamento do Fundo Nacala, elaborado pela Fundação Getúlio Vargas para desenvolver a agricultura no entorno da ferrovia que vai da mina em Moatize ao porto de Nacala, no Oceano Índico. A iniciativa tem apoio do governo brasileiro por meio da Embrapa que desenvolve o programa Pro-Savana com o desenvolvimento de cultivares adaptadas ao solo e ao clima do país africano.O vice-presidente brasileiro terá, no sábado , reuniões bilaterais com o presidente da República de Moçambique, Armando Emílio Guebuza, e com o primeiro-ministro, Aires Ali. Ainda no sábado, Michel Temer visita as instalações da Fábrica de Antirretrovirais, em Matola, que começou a operar. O projeto é uma parceria entre os governos dos dois países. O Brasil transferiu tecnologia para a produção dos medicamentos e acompanha toda execução da fabricação, com a consultoria da Fundação Oswaldo Cruz.Após o almoço oferecido pelo primeiro-ministro de Moçambique, Aires Ali, o vice-presidente decola de volta a Brasília, às 14 horas.

 

Assunto(s): Governo federal