Você está aqui: Página Inicial > Vice-Presidência > Vice-Presidente > Notícias > Notícias do Vice > 2012 > Junho > Temer avalia Rio +20 e encaminha pleitos internacionais

Notícia

Temer avalia Rio +20 e encaminha pleitos internacionais

por Portal Planalto publicado: 21/06/2012 19h02 última modificação: 21/06/2012 19h20
Temer e Medvedev durante encontro na RIO +20

Temer e Medvedev durante encontro na RIO +20

Nesta quinta-feira, o vice-presidente da República, Michel Temer, recebeu os chefes de Estado presentes à Conferência das Nações Unidas sobre Desenvolvimento Sustentável para o almoço oferecido pelo governo brasileiro. Temer elogiou as negociações entre as delegações na Rio+20 que levaram ao consenso sobre a elaboração do texto final do documento O Futuro que Queremos. “Fomos capazes de chegar a um importante e sólido documento consensuado. Não aceitamos as críticas de alguns de que nossos acordos são limitados, insuficientes. Sabemos o quão difícil é lograr consenso entre mais de 190 países, especialmente em momentos de crise como aquele que vivemos atualmente”, disse o vice-presidente.

Michel Temer recebeu o primeiro-ministro da Rússia, Dmitri Medvedev. Os dois presidem, cada um por seu país, a Comissão de Alto Nível de Cooperação Brasil-Rússia (CAN). O vice-presidente brasileiro convidou Medvedev a vir ao Brasil, no ano que vem, participar da próxima reunião da CAN. O último encontro ocorreu em maio do ano passado, em Moscou, com o então primeiro-ministro russo Vladmir Putin.

Outra reunião foi com o presidente da 66ª Sessão Assembléia Geral da ONU, Nassir Abdulaziz Al-Nasser. Ele informou ao vice-presidente que ocupará a Secretaria-Geral da Aliança das Civilizações. Temer representou o Brasil nos dois últimos fóruns que reuniu os países-membros no Catar e na Turquia. A Aliança é uma iniciativa da ONU para aproximar países de culturas e religiões diferentes.

O primeiro-ministro do Líbano, Najib Miquati, se encontrou com Michel Temer. E, na reunião, pediu que o Brasil analise a possibilidade de facilitar a importação de vinhos libaneses produzidos no Vale do Beqaa. Ele foi informado que acordos deste tipo precisam ser aprovados no âmbito do Mercosul. Mas Temer prometeu levar a proposta adiante.

De duas autoridades de países do sudeste asiático, Temer recebeu demandas para que o Brasil coopere em diverssas áreas. O vice-presidente de Mianmar, Sai Mauk Kahm, pediu apoio para investimentos estrangeiros. E obteve o compromisso de articular um encontro da Fiesp com empresários do país. O vice-primeiro-ministro do Laos, Somsavat Lengsavad tem interesse no etanol brasileiro e quer facilitar a emissão de vistos. A partir desta sexta-feira, eles não serão mais exigidos para diplomatas e autoridades de ambos países. O objetivo é estender não-obrigatoriedade para turistas.

A questão de vistos de entrada também foi tratada pelo vice-presidente da Angola, Fernando da Piedade Dias dos Santos. Muitos angolanos vêm ao Brasil para estudar e se especializar nas universidades brasileiras. O assunto foi repassado ao Ministério da Justiça e das Relações Exteriores.

Assunto(s): Governo federal