Você está aqui: Página Inicial > Vice-Presidência > Vice-Presidente > Notícias > Notícias do Vice > 2012 > Maio > Michel Temer defende esforço pela paz em Istambul

Notícia

Michel Temer defende esforço pela paz em Istambul

Vice-presidente, Michel Temer, participa de encontro da Aliança de Civilizações, em Istambul, Turquia, e reafirma compromisso brasileiro com o diálogo para a solução de conflitos.
por Portal Planalto publicado: 31/05/2012 10h06 última modificação: 01/06/2012 12h42

O vice-presidente da República, Michel Temer, defendeu os esforços mundiais pela paz nesta quinta-feira em Istambul. Em discurso na assembléia da Aliança das Civilizações, encontro sediado na Turquia neste ano, Temer reafirmou o compromisso brasileiro com o diálogo e as formas diplomáticas de solução de conflitos, nos casos internacionais e de países com problemas internos de guerras e radicalizações políticas, étnicas ou religiosas.
O combate à intolerância foi ressaltada por Temer como uma das ações fundamentais para alcançar a estabilidade das nações. Ele lembrou que a educação e o combate as diferenças sociais são basilares para a boa convivência entre as diferenças étnicas e raciais. E mencionou que, no Brasil, mais de 35 milhões de pessoas foram retiradas da miséria nos últimos dez anos pela ação do governo federal.
O vice-presidente também salientou que diversas raças convivem em harmonia no Brasil. "Árabes, israelenses, chineses e europeus vivem juntos numa convivência pacifica e harmoniosa no Brasil", disse. Ele também comentou que crianças vitimas da violência em qualquer parte do mundo não pedem ser classificadas como "palestinas ou sírias", mas como "nossas crianças" pois representam o futuro da humanidade.
Temer fazia referência ao duro discurso do anfitrião da reunião, primeiro-ministro Taiyp Erdogan, que condenou enfaticamente as ações violentas do governo da Síria contra a população local. O secretário-geral da ONU, Ban Kin-moon, também recriminou os ataques a civis na Síria.
O governo do Brasil aprovou o aporte de U$ 250 mil para dar apoio a ações da Aliança das Civilizações na área de educação. Este fórum Internacional foi criado em 2008 como um canal de diálogo entre os povos para buscar formas de evitar que povos ou religiões sejam estigmatizadas pela ação de grupos radicais minoritários.

Assunto(s): Governo federal