Você está aqui: Página Inicial > Vice-Presidência > Vice-Presidente > Notícias > Notícias do Vice > 2012 > Abril > Líbia quer apoio do Brasil para reconstrução do país

Notícia

Líbia quer apoio do Brasil para reconstrução do país

Depois da queda de Muammar Kadhafi, no ano passado, país africano precisa reconstruir instalações destruídas durante revolta popular. Uma nova carta constitucional deverá ser aprovada ainda este ano.
por Portal Planalto publicado: 18/04/2012 17h50 última modificação: 16/05/2012 16h10
Romério Cunha

Romério Cunha

Em visita ao vice-presidente da República, Michel Temer, o vice-primeiro-ministro da Líbia, Omar Abdelkarim, pediu que o Brasil amplie o auxílio à reconstrução do país. O dirigente quer aumentar a atuação de empresas brasileiras já instaladas em território líbio. “Nosso país precisa de reconstrução e de novas fontes de renda. Temos a convicção de que o Brasil tem algo a nos oferecer”, afirmou Abdelkarim, que também teve reuniões com os ministros de Minas e Energia, Planejamento e Relações Exteriores.

Temer reiterou que durante as revoltas na Libia, no ano passado, o Brasil sempre repudiou atos de violência contra a população civil. O líder líbio afirmou que o país está em processo de mudança para uma Era Democrática, depois da queda do ditador Muammar Kadhafi. Abdelkarim informou Temer de que a Líbia caminha para a elaboração de um projeto de uma nova constituição federal, a partir da eleição de uma assembléia constituinte, marcada para o próximo dia 23 de junho. O projeto ainda precisará ser aprovado por referendo popular e três meses depois, serão convocadas eleições gerais para a escolha do novo primeiro-ministro.

O vice-presidente brasileiro informou que o governo brasileiro já designou um novo embaixador para atuar na Líbia. Afonso Carbonar, que passará por sabatina no Senado Federal antes de assumir o posto, estava presente ao encontro.

registrado em:
Assunto(s): Governo federal