Você está aqui: Página Inicial > Vice-Presidência > Vice-Presidente > Notícias > Notícias do Vice > 2011 > Dezembro > Temer destaca resultados do Plano de Fronteiras

Notícia

Temer destaca resultados do Plano de Fronteiras

Na manhã desta quinta-feira (15), o vice-presidente da República, Michel Temer, e os ministros da Justiça, José Eduardo Cardozo; da Defesa, Celso Amorim; da Secretaria de Assuntos Estratégicos, Moreira Franco; e do Gabinete de Segurança Institucional, General José Elito de Carvalho Siqueira, anunciaram à imprensa o balanço dos primeiros seis meses de ações do Plano Estratégico de Fronteiras.
por Portal Planalto publicado: 15/12/2011 17h47 última modificação: 15/10/2012 11h12
Aluizio de Assis

Aluizio de Assis

O vice-presidente da República, Michel Temer, coordenador do Plano Estratégico de Fronteiras, anunciou na manhã desta quinta-feira (15), o balanço dos primeiros seis meses de ação integrada das forças de segurança brasileiras, compreedendo, no âmbito do Ministério da Justiça, a Operação Sentinela, e na esfera de atuação do Ministério da Defesa, nas Operações Ágata.

“Os resultados são todos benéficos. As operações foram muito bem sucedidas. A apreensão de drogas, por exemplo, aumentou quatorze vezes em comparação com os primeiros meses do ano. Não se fala em quilos, mas em toneladas. Foram 115,3 toneladas de maconha e cocaína apreendidas”, afirmou o vice-presidente. Um dos resultados da maior presença do Estado na região de fronteira, segundo Temer, foi o aumento do preço das drogas em decorrência da escassez do produto. “Em algumas localidades, o preço da droga dobrou”, disse o vice-presidente.

Participaram da entrevista coletiva os ministros da Justiça, José Eduardo Cardozo; da Defesa, Celso Amorim; da Secretaria de Assuntos Estratégicos, Moreira Franco, e do Gabinete de Segurança Institucional, General José Elito de Carvalho Siqueira.

Michel Temer ressaltou a cooperação inédita entre todas as forças de segurança federais, estaduais e municipais. “Foi uma integração absoluta, incluindo também organismos federais como o Ibama, a Receita Federal, Funai”, disse o vice-presidente. Ele finalizou reafirmando a posição do governo federal de intensificar as operações de segurança na região de fronteira: "O Plano Estratégico  vai continuar, não é transitório".

O ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, destacou o aumento nas apreensões, além de entorpecentes, de pacotes de cigarro, de munições, prisões, vistorias de veículos, entre outras ações. “Os resultados superaram a nossa expectativa. E esses números ainda podem subir, pois a nossa experiência mostra que ao final de cada operação Ágata, o número de apreensões aumenta”, disse Cardozo.

Além das ações de combate e repressão a ilícitos, o ministro da Defesa, Celso Amorim, destacou os atendimentos médicos e odontológicos realizados pelos oficiais das Forças Armadas, as chamadas ações cívico-sociais. “Foram realizadas 54 mamografias em localidades onde nunca havia chegado um mamógrafo. E, durante a Ágata 3, um soldado ajudou em um parto de alto risco. E o nome da menina ficou sendo Ágata”, explicou Amorim.

Os ministros e o vice-presidente explicaram que nesses primeiros seis meses foram implementadas as operações da primeira fase do Plano Estratégico de Fronteiras. A partir de 2012, entra em cena a segunda fase, com ações estruturais como a ampliação do quadro de pessoal da Polícia Federal e da Polícia Rodoviária Federal, a construção de residências funcionais nas regiões de fronteira, e a adoção de medidas propostas pela Secretaria de Assuntos Estratégicos para melhorar a condição de vida das populações localizadas nas cidades de fronteira. “A presidenta Dilma já anunciou que a meta é dobrar os efetivos da Polícia Federal e da Polícia Rodoviária Federal nas regiões de fronteira, dessa forma os próximos concursados irão obrigatoriamente para essas localidades”, disse Cardozo.

Confira abaixo a tabela de resultados anunciados nesta quinta-feira.

TIPO DE AÇÃO

RESULTADOS

(jan/11-maio/11)

RESULTADOS

(jun/11-dez/11) (*)

Drogas apreendidas (t)

7,85

115.257

Pessoas vistoriadas

390.000

2.463.335

Pessoas presas em flagrante

537

4.242

Veículos vistoriados

170.000

1.411.691

Veículos apreendidos/recuperados

727

2.001

Fonte: Ministério da Justiça