Você está aqui: Página Inicial > Vice-Presidência > Vice-Presidente > Notícias > Notícias do Vice > 2011 > Janeiro > Dilma e Temer tomam posse em Brasília

Notícia

Dilma e Temer tomam posse em Brasília

Dilma e Temer prestaram juramento, cantaram o Hino Nacional, assinaram os termos da posse, que foi declarada por José Sarney
por Portal Planalto publicado: 01/01/2011 17h07 última modificação: 24/11/2014 16h57

Foi debaixo d’água que os veículos presidenciais, um Rolls Royce e um Cadillac, levaram Dilma Rousseff e Michel Temer da Catedral de Brasília até o Congresso Nacional. Mas o povo esperou a tempestade e acompanhou a cerimônia pelos telões montados do lado de fora. Presidente e vice-presidente eleitos no dia 31 de outubro foram recebidos no plenário da Câmara dos Deputados repleto de parlamentares, ministros de Estado, do Judiciário, governadores, prefeitos, autoridades e chefes de Estado de outros países.

Dilma e Temer prestaram juramento, cantaram o Hino Nacional, assinaram os termos da posse, que foi declarada por José Sarney. A sessão solene conduzida pelo presidente do Congresso.

No discurso, Dilma salientou o ineditismo da eleição e posse de uma mulher presidente da República. Reafirmou compromissos de desenvolver o país e manter a inflação sob controle. Falou que vai dar prioiridade à Educação, Saúde e Segurança Pública. Ressaltou a importância do governo Lula nas conquistas sociais e econômicas dos últimos anos. E enalteceu a figura do agora ex-vice-presidente, José Alencar. “Eu e Michel Temer nos sentimos responsáveis por seguir o caminho aberto por eles (Lula e Alencar)”, declarou Dilma.

Sarney terminou o evento no Congresso Nacional destacando que o momento pelo qual o país passa é de confiança no governo Dilma. E destacou o papel do vice-presidente, Michel Temer. “É um homem de grandes serviços prestados ao País, importante expressão política, um dos maiores juristas do Brasil, com inteligência e virtudes pessoais e de caráter, prudência e lealdade, que serão colocadas ao serviço de Vosso Governo e da nossa Nação. E que muito contribuiu, com o seu trabalho de articulador, para a vitória das forças que a consagraram”, discursou o presidente do Congresso.

Do plenário, Dilma e Temer seguiram para os carros presidenciais pela rampa principal, por causa da trégua da chuva. E puderam desfilar de capota aberta pelo Eixo Monumental de Brasília. A polícia militar estimou público de 30 mil pessoas. Nos veículos, seguiram para o Palácio do Planalto. Subiram a rampa, recepcionados pelo ex-presidente Lula. Foram ao parlatório acompanhados pela ex-primeira-dama, Marisa Letícia, e pela esposa do atual vice, Marcela Temer. Lula passou a faixa presidencial à Dilma Rousseff.

No segundo discurso do dia, agora para a população, a presidente citou várias vezes a importância política do antecessor. “Lula estará conosco. Sei que a distancia de um cargo nada significa para um homem de tamanha grandeza e generosidade”, disse. E valorizou a saída dele ao acompanhá-lo na descida da rampa, trajeto que ex-presidentes faziam sozinhos, até então.

No Palácio do Planalto, cumprimentaram chefes de Estado de diversos países. Dilma deu posse aos novos ministros. De lá, junto com Michel Temer, foi a uma recepção no Palácio do Itamaraty.

registrado em: , ,
Assunto(s): Governo federal