Você está aqui: Página Inicial > Vice-Presidência > Vice-Presidente > Entrevistas > Entrevistas > Entrevista concedida pelo Presidente da República em exercício, Michel Temer, na chegada ao velório do deputado Moacir Micheletto - Cascavel/PR

Entrevista concedida pelo Presidente da República em exercício, Michel Temer, na chegada ao velório do deputado Moacir Micheletto - Cascavel/PR

por Portal do Planalto publicado 31/01/2012 14h20, última modificação 07/07/2014 12h20
O Presidente da República em exercício, Michel Temer, concede entrevista na chegada ao velório do deputado Moacir Micheletto

Cascavel-PR, 31 de janeiro de 2012


Presidente: ...este grande homem público, que foi o Moacir Micheletto. Ao longo dos meus seis mandatos de deputado federal, três vezes presidente da Câmara, hoje vice-presidente, eu tinha um apoio fundamental na figura do Moacir Micheletto. Ele era uma liderança natural e, sendo uma liderança natural como era, é que trouxe tantas figuras de Brasília para esta última despedida. Não preciso falar dos ministros, dos senadores, do ministro Mendes Ribeiro, do senador Moka, do ministro Aldo Rebelo, da senadora Kátia Abreu, que é presidente da Confederação Nacional da Agricultura, (incompreensível), da ministra Gleisi, chefe da Casa Civil, do Moreira Mendes, do Colatto, do Moka, que eu já mencionei, do (incompreensível), e tantos companheiros que aqui estão para esta tristíssima despedida. E ficamos impressionados com o fato de, também eu creio, que a Assis Chateaubriand inteira está hoje dando este último adeus ao Micheletto, não é? De modo que... que Deus o tenha. Obrigado a vocês.

Jornalista: Como é que fica a situação? (incompreensível) fez algum pedido em especial ali?

Presidente: Eu estava dizendo da grande amizade que o Micheletto dedicava a mim, ao Henrique Alves, a todos os companheiros que aqui estão, e só pediu que nós não esqueçamos de Assis Chateaubriand, não esqueçamos do Paraná.

Jornalista: O Micheletto estava na Comissão do novo Código Florestal Brasileiro. Isso, de algum modo, pode atrapalhar a votação que está marcada para março?

Presidente: Claro que todos vão lembrar, com muita saudade, especialmente quando entrar em votação o Código Florestal. O Micheletto foi daqueles que, ao lado de tantos outros companheiros, trabalhou intensamente pela aprovação do Código Florestal. Haverá saudade, mas acho que essa saudade será mobilizadora da própria votação.

Ouça a íntegra da entrevista (02min04s) concedida pelo Presidente em exercício Michel Temer