Você está aqui: Página Inicial > Notícias > 2015 > 06 > Governo federal mobiliza população sobre uso consciente de recursos naturais

Notícia

Governo federal mobiliza população sobre uso consciente de recursos naturais

Semana do Meio Ambiente 2015

Debate sobre a Lei da Biodiversidade, capacitação para o uso consciente da água, mostra de filmes e até evento esportivo com coleta de materiais para reciclagem e feira de produtos orgânicos fazem parte das comemorações pelo Dia Mundial do Meio Ambiente
por Portal Planalto publicado: 04/06/2015 14h25 última modificação: 04/06/2015 14h59
Exibir carrossel de imagens Paulo de Araújo/MMA Três toneladas de lixo eletrônico coletadas em evento do Ministério do Meio Ambiente serão revertidas por ONG em cursos de inclusão digital

Três toneladas de lixo eletrônico coletadas em evento do Ministério do Meio Ambiente serão revertidas por ONG em cursos de inclusão digital

Uma programação especial nesta semana integra vários órgãos do governo federal em torno das comemorações pelo Dia Mundial do Meio Ambiente, celebrado na próxima sexta-feira (5).

Três toneladas de lixo eletrônico - como computadores, notebooks, fios, CDs, carregadores, celulares, TVs, pilhas, monitores, máquinas fotográficas, rádios e controles remotos - foram entregues em um posto de coleta montado próximo ao ponto da largada da primeira edição da 1ª Corrida pelo Meio Ambiente, realizada nesta quinta-feira (4), em Brasília.

O evento esportivo reuniu, ao todo, duas mil pessoas ao longo do Eixo Rodoviário Norte, uma das principais vias da capital federal, em percursos de corrida de cinco e dez quilômetros.

O material será destinado à organização não governamental Estação de MetaReciclagem, que com os recursos obtidos com a venda dos resíduos doados, em 15 anos já capacitou 12 mil jovens com cursos de informática básica, manutenção de computadores, robótica e eletrônica. 

Quem participou do evento, com o objetivo de estimular hábitos saudáveis e ensinar aos participantes sobre o consumo consciente e outras formas de contribuir para o desenvolvimento sustentável, também teve a opção de adquirir produtos orgânicos frescos.

Uma feira comercializou mais de cem itens, entre legumes, verduras, frutas, grãos, mel e derivados, biscoitos, bebidas à base de frutas e frango assado, livres de agrotóxicos e de conservantes. A iniciativa faz parte da Campanha Nacional de Alimentos Orgânicos, que tem o ministério entre os apoiadores.

A ministra do Meio Ambiente, Izabella Teixeira, comemorou o sucesso da primeira edição da corrida e anunciou que colocará o evento no calendário anual de comemorações da Semana do Meio Ambiente. "Em 2016, quero ter mais participação da terceira idade e trazer os praticantes de bike”, projetou.

A corrida realizada na véspera do Dia do Meio Ambiente foi organizada em parceria entre o Ministério do Meio Ambiente e a Agência Nacional de Águas.

Mais de 3 mil vagas em cursos on-line gratuitos 

A Agência Nacional das Águas também realizará capacitações para as entidades que compõem o Sistema Nacional de Gerenciamento de Recursos Hídricos e para toda a sociedade brasileira. O objetivo dos cursos é estimular a conservação e o uso sustentável da água, além da participação cidadã na implementação da Política Nacional de Recursos Hídricos. 

Na Semana do Meio Ambiente, a agência oferece 3.500 vagas em cursos gratuitos a distância. As capacitações abordam os temas: Lei das Águas; Água e Floresta: Uso Sustentável da Caatinga; Estruturação da Gestão Ambiental Municipal; e Reflexões para Transformações Democráticas na Gestão das Águas. As inscrições terminam em 7 de junho.

Para esta edição, a novidade é o curso Estruturação da Gestão Ambiental Municipal, oferecido pela agência em parceria com o Ministério do Meio Ambiente, com carga de 40 horas e 1.000 vagas. A capacitação vai abordar o fortalecimento do Sistema Nacional de Meio Ambiente e sua inter-relação com os demais instrumentos e atores da gestão municipal, entre os quais a Política Nacional de Recursos Hídricos.

Em 2014, a agência capacitou mais de 22 mil pessoas. Para 2015, a expectativa é superar esta marca com a qualificação de mais de 33 mil alunos.

Semana do Meio Ambiente traz mostra de cinema

O Circuito Tela Verde do Ministério do Meio Ambiente em parceria com a Secretaria do Audiovisual do Ministério da Cultura promove a 6ª Mostra Nacional de Produção Audiovisual Independente, que reúne vídeos com conteúdo socioambiental para serem exibidos em todo território nacional e em algumas localidades fora do país.

O pré-lançamento da 6ª edição com o tema “Sete bilhões de sonhos. Um Planeta. Consuma com moderação” acontece na sexta-feira (5), às 19 horas, no Cine Brasília. O evento acontece durante a Mostra de Cinema organizada pelo Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente e o grupo ONU Verde e apoiada pelo Ministério do Meio Ambiente.

Para a sessão especial do pré-lançamento da 6ª edição do Tela Verde, foram selecionados três curtas que falam sobre frutas nativas, educação ambiental e lixo. Os curtas fazem parte da nova edição do programa Tela Verde que selecionou 21 vídeos de temáticas socioambientais, além de curtas de animação sobre resíduos sólidos, escolhidas pelo edital ‘Curta Animação’ 2013. 

Evento on-line debate Lei da Biodiversidade 

Ainda como parte das comemorações, o Ministério do Meio Ambiente reuniu, na quarta-feira (3), 130 pessoas em um evento on-line para discutir a Lei da Biodiversidade, sancionada em maio pela presidenta Dilma Rousseff. O encontro abordou a participação e proteção do conhecimento das comunidades tradicionais e novas regras para pesquisa com patrimônio genético. 

A sessão com internautas foi conduzida pelo diretor de patrimônio genético do ministério, Rafael Marques, e pela coordenadora-geral de ecossistema do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação, Andrea Portela.

“Nós conseguimos elaborar uma legislação que combina a nossa capacidade de desenvolver, de incluir as pessoas nesse desenvolvimento e gerar inovação a partir de pesquisa em ciência e tecnologia”, afirmou a presidenta, Dilma Rousseff, durante evento de lançamento da lei da Biodiversidade em maio.

O novo marco legal da biodiversidade estabelece regras de acesso ao patrimônio genético e ao conhecimento dos povos tradicionais brasileiros. Entre os principais avanços da lei estão a desburocratização para a realização de pesquisas; a criação de formas de compensação e repartição dos benefícios entre as comunidades tradicionais que venham a disponibilizar para a indústria seu conhecimento e a garantia de participação dos povos tradicionais nos processos decisórios.

Fonte:

Portal Planalto, com informações do Ministério do Meio Ambiente e Agência Nacional de Águas