Você está aqui: Página Inicial > Notícias > 2015 > 05 > Inscrições para bolsas remanescentes do Prouni vão até domingo (31)

Notícia

Inscrições para bolsas remanescentes do Prouni vão até domingo (31)

Acesso ao ensino superior

Programa Universidade para Todos ofereceu só em 2015 mais de 213 mil bolsas integrais ou parciais para estudantes de baixa renda em universidades particulares de todo o Brasil
por Portal Planalto publicado: 28/05/2015 18h45 última modificação: 28/05/2015 19h03

Termina no próximo domingo (31) o prazo de inscrição do Programa Universidade para Todos (Prouni), para as bolsas remanescentes para os candidatos já matriculados em universidades particulares mas que ainda não possuem bolsa de estudo.

Criado em 2005, o Prouni já concedeu 1,6 milhão de bolsas de estudos (integrais e parciais) em instituições de ensino superior particulares, sendo que destes, mais de 400 mil já se formaram, número equivale a quatro gerações completas de formados nas universidades federais brasileiras.

Prouni forma com o Sistema de Seleção Unificada (Sisu) e o Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) o tripé de ações do governo federal para que cada vez mais brasileiros tenham acesso ao ensino superior. Desde 2010, quando o Sisu foi criado e o Enem passou a ser exigido também como parte do critério de seleção para o Fies e o Prouni, foram ofertadas 3,9 milhões de vagas ou bolsas de estudos.

Para os estudantes que já cursam a graduação, esta edição apresenta uma nova possibilidade. Caso não haja bolsa disponível no curso em que está matriculado, o estudante poderá se inscrever para bolsa em curso de área afim, para posterior transferência para o curso em que se encontra matriculado.

"As instituições precisam ofertar bolsas em todos os seus cursos. Em alguns cursos temos uma procura maior e nesta etapa das remanescentes abrimos justamente para candidatos que tenham interesse nessas bolsas que não registraram tanta procura ou em cursos que não formaram turma", afirmou a coordenadora geral de Projetos Especiais para a Graduação, Lilian Carvalho do Nascimento.

Para concorrer às bolsas integrais e parciais de 50% no valor da mensalidade é necessário acessar a página do Prouni na internetPodem se inscrever os estudantes que tenham participado do Enem a partir de 2010. Eles devem ter alcançado média mínima de 450 pontos e nota acima de zero na redação para participar da seleção.

Na primeira edição do Prouni 2015, realizada em janeiro, foram ofertadas 213.113 bolsas, mais de 63% delas integrais, ou seja, sem que o aluno tenha de desembolsar um centavo para pagar as mensalidades. No total, 1.117 instituições participantes abriram vagas em 30 mil cursos.

Em janeiro, a primeira edição do Prouni registrou 1,5 milhão de inscrições, 21% a mais do que no primeiro semestre de 2014, quando 1,2 milhão de candidatos se habilitaram a bolsas de estudos em instituições particulares de educação superior. Como cada estudante tinha a possibilidade de efetuar até duas opções de curso, foram contabilizadas 2,9 milhões de inscrições.

Oportunidade para estudantes de baixa renda

O Prouni oferece aos estudantes de baixa renda bolsas de estudos integrais ou parciais (50%) em universidades particulares que ofereçam cursos de graduação e sequenciais. O programa é dirigido para quem concluiu o ensino médio em escolas públicas ou para quem foi bolsista nas escolas particulares.

Estudantes que não conseguiram entrar em uma universidade pública, pelas ofertas do Sisu ou pelos vestibulares tradicionais, têm a chance de seguir os estudos sem desembolsar uma mensalidade -- ou ao menos parte dela -- em uma instituição de ensino superior graças ao Prouni. Sobra tempo para que o estudante se dedique aos estudos e à formação profissional ao invés de ter o compromisso mensal de quitar a mensalidade.

Para conseguir a bolsa, o estudante precisa comprovar renda familiar, por pessoa, de até um salário mínimo e meio para a bolsa integral; para a parcial, renda familiar, por pessoa, de até três salários mínimos.

Instituições descredenciadas

O Ministério da Educação descredenciou 74 instituições de ensino superior do Prouni por falta de comprovação de regularidade fiscal. A decisão e a lista com o nome das instituições desvinculadas foram publicadas na edição da última segunda-feira (25) do Diário Oficial da União.

Fonte:
Portal Planalto, com informações do Ministério da Educação, Portal Prouni, Diário Oficial da União e Agência Brasil