Você está aqui: Página Inicial > Notícias > 2015 > 05 > Inscrições para o Enem 2015 começam dia 25 de maio

Notícia

Inscrições para o Enem 2015 começam dia 25 de maio

Acesso ao Ensino Superior

Cartões da prova serão encaminhados exclusivamente para e-mail dos candidatos. Sem custos de impressão e envio, medida representará economia de R$ 18 milhões para o governo federal
por Portal Planalto publicado: 14/05/2015 19h31 última modificação: 14/05/2015 19h38
Foto: Isabelle Araújo/ MEC Ministro da Educação, Renato Janine, e o presidente do Inep, Chico Soares, divulgam informações sobre o Enem 2015

Ministro da Educação, Renato Janine, e o presidente do Inep, Chico Soares, divulgam informações sobre o Enem 2015

O Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2015 será realizado nos dias 24 e 25 de outubro deste ano. As inscrições, pela internet, serão abertas às 10 horas do dia 25 de maio e se estenderão até as 23:59h do dia 5 de junho.

O anúncio foi feito nesta quinta-feira (18) pelo Ministro da Educação, Renato Janine Ribeiro, durante entrevista coletiva em Brasília. Além do calendário oficial, o ministro informou que o edital deste ano trará novas medidas para reduzir a abstenção, ampliar a segurança e dar mais tranquilidade aos estudantes. O edital será publicado na segunda-feira (18) e a taxa de inscrição custará R$ 63.

“O governo tomará todas as medidas para que todos brasileiros tenham acesso à educação superior de forma igualitária e para que o Exame aconteça com lisura”, afirmou Janine.

Nesse ano, os candidatos que tiverem isenção da taxa e não fizerem as provas perderão o benefício na próxima edição. A iniciativa visa reduzir os índices de abstenção e, assim, evitar o desperdício de dinheiro público. Em 2014, cerca de 2,5 milhões de pessoas não compareceram aos locais de prova, sendo que 65% destes foram isentos do pagamento da taxa de inscrição.

Estão isentos da taxa de inscrição os concluintes do ensino médio em 2015, matriculados em escolas da rede pública, além das pessoas que se declararem carentes.

Uma  outra novidade é que os cartões de prova serão encaminhados exclusivamente para os endereços eletrônicos (e-mails) dos candidatos. De acordo com Renato Janine, a medida representará uma economia de R$ 18 milhões para os cofres públicos, já que não haverá impressão dos cartões e envio por correio.

Os portões dos locais de prova serão abertos ao meio dia e fechados às 13 horas nos dois dias do Exame. Diferente das edições passadas, em 2015, as provas serão iniciadas às 13h30. Nestes 30 minutos, os malotes serão levados para as salas e serão realizados os procedimentos de segurança, como revista eletrônica. Além disso, o tempo extra permitirá que todos os participantes acomodem-se com calma e comecem as provas de forma mais concentrada.

O período de duração das provas permanece em quatro horas e meia no sábado e cinco horas e meia no domingo. Os candidatos sabatistas poderão optar por fazer a prova às 19 horas dos seus estados. A expectativa do MEC é de que mais de 9 milhões de pessoas façam o Enem em 2015. 

Necessidades Especiais

O ministro Renato Janine informou ainda que haverá melhorias no atendimento a pessoas que enxergam com apenas um dos olhos (visão monocular) e com dificuldade ou desabilidade para fazer cálculos matemáticos (discalculia). Os primeiros poderão solicitar prova com fonte ampliada ou em braile, ledor e transcritor. Já os candidatos com discalculia podem pedir ledor e transcritor.

Nome Social

Travestis e transexuais que desejem ser identificados pelo nome social devem fazer a inscrição normalmente, no período estabelecido, e, entre os dias 15 e 26 de junho, encaminhar cópia de documento de identificação e foto recente por meio de formulário que será disponibilizado na página do Enem na internet.

Um caminho de oportunidades

A nota do Enem é usada como critério de acesso à educação superior por meio do Sistema de Seleção Unificada (Sisu), que oferece vagas em 115 instituições públicas, e do Programa Universidade para Todos (ProUni).

A participação na prova é requisito ainda para receber o benefício do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies), participar do programa Ciência sem Fronteiras ou ingressar em vagas gratuitas dos cursos técnicos oferecidos pelo Sistema de Seleção Unificada da Educação Profissional e Tecnológica (Sisutec). Estudantes maiores de 18 anos podem obter a certificação do ensino médio por meio do Enem.

No primeiro semestre de 2015, 671 mil cidadãos tiveram acesso ao ensino superior por meio dos três programas do governo federal.

As provas serão realizadas nos dias 24 e 25 de outubro. O exame abre a oportunidades de acesso ao ensino superior para milhares de brasileiros

Fonte:

Portal Planalto, com informações do Ministério da Educação e do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira