Você está aqui: Página Inicial > Notícias > 2015 > 05 > Feirão da Casa Própria movimenta R$ 8 bilhões e aquece a economia

Notícia

Feirão da Casa Própria movimenta R$ 8 bilhões e aquece a economia

Mercado imobiliário

Evento realizado pela Caixa em 14 cidades facilita a compra de imóveis por famílias de baixa renda
por Portal Planalto publicado: 19/05/2015 20h03 última modificação: 20/05/2015 17h28
Heitor Humberto Sete primeiros feirões receberam a visita de 197 mil pessoas. Estimam-se que cerca de 200 mil imóveis estejam à venda nesta edição

Sete primeiros feirões receberam a visita de 197 mil pessoas. Estimam-se que cerca de 200 mil imóveis estejam à venda nesta edição

O 11º Feirão Caixa da Casa Própria chega à metade de seu calendário anual com um volume de negócios que passa dos R$ 8 bilhões. Nos dois primeiros fins de semana de evento, realizado em sete cidades brasileiras, 42 mil contratos – entre fechados e encaminhados – já foram celebrados para que mais brasileiros consigam realizar o sonho da casa própria. 

Até aqui 197 mil pessoas visitaram os estandes em busca deste sonho. Depois de passar por Rio de Janeiro (RJ), Curitiba (PR), Campinas (SP), Fortaleza (CE), São Paulo (SP), Belém (PA) e Recife (PB), será a vez dos moradores e vizinhos de Brasília (DF), Uberlândia (MG), Florianópolis (SC), Porto Alegre (RS), Belo Horizonte (MG), Salvador (BA) e Goiânia (GO) tentarem comprar um dos 200 mil imóveis -- entre novos e usados -- que devem ser ofertados neste ano. 

A 11ª edição do Feirão Caixa tem como objetivo realizar o financiamento de habitação popular do Programa Minha Casa Minha Vida e das demais operações de compra de imóvel realizadas com recursos do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS), limitado a R$ 190 mil.

“O evento estimula a demanda e proporciona as pessoas a ter acesso à casa própria. A política habitacional não constrói apenas casas, mas, sim, novas vidas”, afirmou a presidenta da Caixa, Miriam Belchior, durante a abertura do Feirão na cidade do Rio de Janeiro, em 15 de maio.

Primeiros sete eventos do ano já realizaram R$ 8 bilhões em negócios imobiliários

O Feirão conta com mais de 1.400 parceiros, entre construtoras, imobiliárias e correspondentes imobiliários da Caixa (intermediários que realizam serviços financeiros). Ao todo, serão 822 empreendimentos novos que estarão com as suas unidades em oferta, nas 14 cidades onde o Feirão acontece.

“O Feirão tem um aspecto importante, que é o de ativar a economia. Ele trabalha a produção de unidade habitacional e permite acesos das famílias com renda menor à moradia própria. Ele é fundamental e faz toda diferença para o mercado imobiliário”, disse o superintendente da Caixa Econômica Federal de São Paulo, Paulo Galli. A capital paulista, diga-se, foi responsável por boa parte dos negócios registrados até aqui: R$ 3,02 bilhões durante os três dias de evento.

Um dos 200 mil imóveis ofertados foi comprado por Jefferson Fábio Souza dos Santos, em Belém (PA). O técnico em meio ambiente estava convicto de que sairia com um contrato assinado e no fim de sua visita foi isso que aconteceu. No Feirão, Jefferson passou por avaliação cadastral e procurou pela unidade que melhor se encaixava em seu planejamento. O apartamento de 34 m² comprado na planta será entregue em dois anos e meio.

"Foi emocionante, porque a casa é um bem esperado por todos nós, trabalhadores. Ter o nosso lar, para nós que somos pais de família, é muito importante, porque todo pai e toda mãe só pensa em dar conforto aos filhos", disse.

Em 2014, o Feirão Caixa celebrou 91 mil contratos e movimentou R$ 15,5 bilhões na venda de imóveis. 

Fonte:

Portal Planalto, com informações da Agência Caixa de Notícias, TV NBR e Agência Brasil