Você está aqui: Página Inicial > Excluir (Histórico não Será Migrado) > Cisternas do programa Água para Todos beneficiam alunos da zona rural de Sergipe

Notícia

Cisternas do programa Água para Todos beneficiam alunos da zona rural de Sergipe

por Portal Planalto publicado: 10/07/2013 19h37 última modificação: 10/07/2013 19h41

A Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf) beneficiou 880 alunos de áreas rurais do estado de Sergipe com a instalação de cisternas de abastecimento humano do programa Água para Todos.

Ao todo, 28 reservatórios foram instalados em escolas que apresentavam severas restrições de acesso a água. Um posto de saúde também foi beneficiado; com a cisterna, um público diário de aproximadamente 60 pessoas terá acesso a água, entre profissionais de saúde e pacientes.

Os aposentados que receberam o benefício no estado somam 378. Os reservatórios integram um total de 2.718 cisternas instaladas em Sergipe desde 2012, quando o Água para Todos começou a ser executado.

O superintendente regional da Codevasf em Sergipe, Paulo Viana, avalia que o programa Água Para Todos tem contribuído para a convivência da população do semiárido com os períodos de estiagem.

“A instalação de cisternas, construção de barreiros e perfuração de poços são importantes para o convívio com os danos provocados à economia da região. Aliado a essas ações, estamos também desenvolvendo estudos para impulsionar a produção de forragens dentro do período de estiagem”, diz.

Em breve a Codevasf dará início ao processo licitatório para fornecimento e instalação de mais 600 cisternas em Sergipe. Com isso, mais de 3.300 reservatórios do Água Para Todos serão distribuídos no estado.

A Codevasf também vai realizar, em atuação emergencial, a perfuração e instalação de poços tubulares nos municípios de Canindé do São Francisco, Poço Redondo, Porto da Folha, Gararu e Nossa Senhora da Glória. A ação está atualmente em fase preparatória de licitação.

Barreiros

Na terça-feira (9), a Codevasf assinou contrato para a elaboração de projetos executivos que vão nortear a construção de 150 barreiros em Sergipe. Esses barreiros vão beneficiar 3.733 famílias em dez municípios sergipanos. A empresa contratada terá 180 dias para executar serviços de identificação dos locais para instalação dos barreiros e de regularização fundiária e ambiental, entre outros.

Os barreiros acumulam água da chuva e são voltados para a dessedentação animal; eles serão instalados em 78 comunidades rurais dos municípios de Aquidabã, Canindé do São Francisco, Cedro de São João, Gararu, Itabi, Monte Alegre de Sergipe, Nossa Senhora da Glória, Poço Redondo, Porto da Folha e Propriá. A seleção das áreas deve ser definida em conjunto com os Comitês Gestores Municipais, que reúnem representantes da sociedade civil, sindicatos rurais, igrejas e prefeituras.

Com os projetos executivos em mãos, a Codevasf dará prosseguimento à licitação para a construção dos 150 barreiros.

Água para Todos

O programa Água para Todos é coordenado pelo Ministério da Integração Nacional e tem como principal meta universalizar o acesso a água entre a população rural do semiárido brasileiro. Entre seus objetivos está o de instalar 750 mil cisternas de abastecimento humano até 2014. Deste montante, a Codevasf deverá instalar 160 mil.

Os reservatórios são de polietileno e têm entre suas principais características a resistência, a facilidade de instalação e a vedação do armazenamento. O abastecimento das cisternas ocorre durante os períodos chuvosos: a água da chuva é aparada no telhado da residência onde vive a família beneficiada e conduzida, por meio de um sistema de calhas e canos, para o interior do reservatório.

Com a observância de cuidados básicos – que são comunicados aos beneficiados em treinamentos específicos – a água é própria para se beber e para o preparo de alimentos. Cada reservatório pode armazenar 16 mil litros de água, quantidade suficiente para suprir as necessidades básicas de uma família de cinco pessoas por períodos de estiagem de até seis meses.

Fonte: Codevasf

Assunto(s): Governo federal