Você está aqui: Página Inicial > Centrais de Conteúdos > Imagens > Xuxa Meneghel, Sérgio Reis, criadores do aplicativo Proteja Brasil e parlamentares, autor e relator da lei que classifica como crime hediondo a exploração sexual de criança e adolescente - sanção

Xuxa Meneghel, Sérgio Reis, criadores do aplicativo Proteja Brasil e parlamentares, autor e relator da lei que classifica como crime hediondo a exploração sexual de criança e adolescente - sanção

Presidenta Dilma Rousseff recebe Xuxa Meneghel, Sérgio Reis, criadores do aplicativo Proteja Brasil e parlamentares, autor e relator da lei que classifica como crime hediondo a exploração sexual de criança e adolescente - sanção. (Brasília - DF, 21/05/2014)

Xuxa Meneghel, Sérgio Reis, criadores do aplicativo Proteja Brasil e parlamentares, autor e relator da lei que classifica como crime hediondo a exploração sexual de criança e adolescente - sanção - 01
Presidenta Dilma Rousseff recebe Xuxa Meneghel, Sérgio Reis, criadores do aplicativo Proteja Brasil e parlamentares, autor e relator da lei que classifica como crime hediondo a exploração sexual de criança e adolescente - sanção. (Brasília - DF, 21/05/2014) Foto: Roberto Stuckert Filho/PR
Xuxa Meneghel, Sérgio Reis, criadores do aplicativo Proteja Brasil e parlamentares, autor e relator da lei que classifica como crime hediondo a exploração sexual de criança e adolescente - sanção - 02
Presidenta Dilma Rousseff recebe Xuxa Meneghel, Sérgio Reis, criadores do aplicativo Proteja Brasil e parlamentares, autor e relator da lei que classifica como crime hediondo a exploração sexual de criança e adolescente - sanção. (Brasília - DF, 21/05/2014) Foto: Roberto Stuckert Filho/PR
Xuxa Meneghel, Sérgio Reis, criadores do aplicativo Proteja Brasil e parlamentares, autor e relator da lei que classifica como crime hediondo a exploração sexual de criança e adolescente - sanção - 03
Presidenta Dilma Rousseff recebe Xuxa Meneghel, Sérgio Reis, criadores do aplicativo Proteja Brasil e parlamentares, autor e relator da lei que classifica como crime hediondo a exploração sexual de criança e adolescente - sanção. (Brasília - DF, 21/05/2014) Foto: Roberto Stuckert Filho/PR
Baixar todo o álbum .zip - 9.9 MB