Notícia

Agora, é Avançar

Para garantir integração, governo aumentou recursos para o São Francisco, diz Temer

publicado: 02/02/2018 14h09, última modificação: 26/02/2018 12h02
Em discurso, presidente da República destaca que obra é uma forma de prestigiar o povo do Nordeste, que "sustenta o nosso país"

Ao inaugurar nesta sexta-feira (2) a segunda etapa do Eixo Norte da Integração do Rio São Francisco, o presidente da República, Michel Temer, atribuiu o avanço nas obras da região ao aporte de recursos feito pelo Governo do Brasil nos últimos meses. Na visão do presidente, a obra é uma forma de prestigiar o povo do Nordeste, que "sustenta o nosso país".   

Sem embargo das dificuldades econômicas, porque as obras estavam paralisadas, o que nós fizemos foi aportar recursos e recursos altos”, disse o presidente. “Nós rompemos com uma cultura que é muito tradicional na nossa atividade administrativa. Quem chega não quer continuar ou não quer prestigiar as obras adequadas que se iniciaram no passado”, salientou.

Investimento

Beto Barata/PR
Temer e a placa celebrando a abertura da central

Visão semelhante tem o ministro da Integração Nacional, Helder Barbalho. Para ele, o Governo do Brasil se esforçou para gerir recursos e viabilizar o avanço das obras de Integração do São Francisco – que já teve seu Eixo Leste entregue e está próximo de concluir o Eixo Norte. “[O presidente da República] determinou ao Ministério da Fazenda e ao Ministério do Planejamento que não faltasse um real sequer para que essa obra pudesse se adiantar”, disse ele.

A estação de bombeamento inaugurada pelo presidente vai levar as águas de Cabrobó (PE) para o interior do Ceará, no município de Jati. Com investimentos de mais de R$1,4 bilhão, a previsão é que todo o Eixo Norte do projeto fique concluído até junho deste ano. 

Fonte: Planalto, com informações do Agora, é Avançar

Reportar erro