Notícia

Novo Fies

Educação é a força para impulsionar o Brasil para o futuro, diz Temer

publicado: 07/12/2017 17h16, última modificação: 26/02/2018 12h28
Em cerimônia, ministro da Educação ainda defendeu que mudanças preservam o equilíbrio fiscal
Presidente destaca importância da educação para o desenvolvimento do País

Michel Temer reforçou o diálogo do governo com setores da sociedade - Foto: Alan Santos/PR

A sanção do novo Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) marca mais uma ação do Governo do Brasil para melhorar a educação e impulsionar o desenvolvimento do País. Essa é a avaliação do presidente da República, Michel Temer, após  cerimônia que marcou a entrada em vigor das novas regras. 

"A educação é um dos fatores de desenvolvimento de um país", afirmou Temer, ao citar o exemplo dos investimentos feitos pela Coreia do Sul nos últimos 30 anos. Seguindo o exemplo do país asiático, o governo brasileiro apresentou uma série de medidas para melhorar o ensino nas escolas brasileiras.

Entre as medidas citadas pelo presidente estão a reforma do ensino médio, que entra em vigor no ano que vem, e a Política de Fomento das Escolas em Tempo Integral, além dos aperfeiçoamentos no Fies. "É a educação do século XXI, é trazer o País para o século XXI", afirmou.

As alterações feitas buscam a permanência do programa, a médio e longo prazo. Passa-se a cobrar mais atenção à qualidade dos cursos financiados e possibilitar maior flexibilidade no prazo de carência. Foram criadas três faixas; uma delas com juro zero para os estudantes.

Temer ainda destacou a importância do diálogo para as realizações de sua gestão, pontuando que seu governo é “uma integração absoluta entre os ministérios”. “No nosso governo, que se pautou, desde o primeiro momento, pela ideia do diálogo, diálogo com o Congresso Nacional, diálogo com a sociedade, o que se verificou foi um intenso diálogo, extremamente produtivo, entre os vários setores da administração pública federal”, disse.

Fonte: Planalto

Reportar erro