Notícia

Gestão pública

Temer: governo tem trabalhado para desburocratizar administração pública

publicado: 07/08/2017 12h44, última modificação: 26/02/2018 12h28
Cooperação entre governo federal e prefeitura paulistana resulta na cessão de uso de parte do Campo de Marte. Local dará lugar para parque e museu
Temer: governo tem trabalhado para desburocratizar administração pública

Presidente Michel Temer durante evento para criação do Parque Campo de Marte, em São Paulo (SP) - Foto: Foto: Alan Santos/PR

Durante a assinatura do protocolo de intenções para a criação do Parque Campo de Marte, em São Paulo, o presidente da República, Michel Temer, afirmou que o governo tem trabalhado para deixar a gestão pública mais ágil.

“Estamos desburocratizando toda a administração pública”, afirmou. Segundo ele, burocracia é uma das principais queixas trazidas por empresários e, por isso, o governo tem adotado uma série de medidas para tornar o poder público mais eficiente.

Temer explicou ainda que, desde que tomou posse, no ano passado, foram tomadas 140 medidas neste sentido e parte delas eram projetos que estavam paralisados. “Mais que a entrega do Campo de Marte, (a assinatura do protocolo) representa um fenômeno de conciliação, feito com uma rapidez que o Brasil demanda. O Brasil não pode parar”, afirmou o presidente.

Para Temer, é importante que os entes da federação sejam fortes para que a União também seja forte. No caso do parque Campo de Marte, a cooperação entre o governo federal e a prefeitura de São Paulo acabou com 60 anos de disputas na justiça.

O presidente também afirmou que o País precisa de mais união. “Quando ele [João Dória] diz que precisamos conciliar posições, ele prega algo que estamos pregando há muito tempo”, disse. “É inadmissível que brasileiros se joguem contra brasileiros. A história do nós contra eles não pode prevalecer”, argumentou.

Diálogo

Para o prefeito de São Paulo, João Dória, a construção do parque Campo de Marte só será possível por causa do diálogo estabelecido entre governo federal e prefeitura.

“O senhor contribuiu com o seu governo para resolver uma pendência de 60 anos”, disse Dória ao presidente durante discurso no evento. “Agora, teremos a oportunidade de iniciar a construção do Campo de Marte. Vamos ter oportunidade de abrir o futuro Museu Santos Dumont”, explicou o prefeito.

O Campo de Marte é uma área na cidade de São Paulo que pertence à Força Aérea Brasileira. Com acordo fechado nesta segunda-feira (7), a prefeitura poderá iniciar a limpeza do local e iniciar os estudos para a construção do parque. Nos próximos meses, parte da área, que tem 210 hectares, será concedida à prefeitura paulista para que as obras possam ter início.

 Fonte: Portal Planalto, com informações da FAB, Casa Civil e Prefeitura de São Paulo

Reportar erro