Notícia

Leis

Presidente Temer sanciona parcialmente Lei da Terceirização

publicado: 31/03/2017 20h33, última modificação: 26/02/2018 12h28
Trecho que repetia direitos previstos na Constituição e prorrogação de contrato temporário foram retirados do texto
Presidente Temer sanciona parcialmente Lei da Terceirização

Temer vetou três trechos da proposta aprovada pelo Congresso Nacional - Foto: Alan Santos/PR

O presidente da República, Michel Temer, sancionou parcialmente nesta sexta-feira (31) a Lei da Terceirização (lei nº 13.429). Publicado em edição extra do Diário Oficial da União, o texto teve três vetos a artigos aprovados pelo Congresso Nacional.

Entre os trechos vetados pelo presidente está o que permitia a prorrogação do contrato temporário de trabalho. A ideia original era de que os 270 dias pudessem ser prorrogados mais uma vez, agora, isso não será mais possível. Outros dois trechos foram vetados por repetir direitos já previstos na Constituição Federal.

Com essa regulamentação, as empresas poderão contratar trabalhadores terceirizados para exercerem cargos na atividade fim, que são as principais funções da empresa. Essa medida dá mais dinamismo e eficiência às empresas.

Fonte: Portal Planalto

Reportar erro