Notícia

Conselhão

Conselho de desenvolvimento tem cinco novos integrantes

publicado: 30/01/2017 20h58, última modificação: 26/02/2018 12h28
Portaria assinada por Michel Temer foi publicada nesta segunda-feira (30) no Diário Oficial da União. Eles já participam das próximas reuniões dos grupos de trabalho
Conselho de desenvolvimento tem cinco novos integrantes

Presidente Michel Temer comandou reunião do Conselhão em novembro passado - Foto: Foto: Beto Barata/PR

O Diário Oficial da União (DOU) desta segunda-feira (30) trouxe portaria assinada pelo presidente da República, Michel Temer, com a nomeação dos cinco novos integrantes do Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social (CDES). Órgão consultivo da Presidência da República, o Conselhão tem como objetivo elaborar propostas que poderão ser transformadas em novas políticas públicas ou aperfeiçoar políticas já existentes.

Passam a fazer parte do Conselhão a presidente e sócia-fundadora da Beleza Natural, Leila Velez; a CEO da joalheria Pandora no Brasil, Rachel Maia; o presidente do Sindicato Nacional das Indústrias de Materiais de Defesa (Simde) e da Condor Tecnologias Não Letais, Carlos Erane de Aguiar; o presidente do Grupo Bom Futuro, Erai Maggi Scheffer; e o executivo Nelson Narciso Filho, acionista da NNF Energy Consultancy e consultor da FGV Energia.

Criado em 2003, o novo Conselhão foi inaugurado pelo presidente da República, Michel Temer, em 21 de novembro. Na oportunidade, ele deu posse a 59 novos conselheiros e, com isso, renovou o órgão consultivo em quase 70%. Essas mudanças ainda tornaram o grupo mais plural ao elevar a participação feminina em 65%.

A principal função do Conselhão é colaborar com o desenvolvimento de políticas públicas que leve o Brasil a superar a recessão e retomar o crescimento e a geração de emprego. Ele é formado por representantes da sociedade civil, como empresários, pesquisadores, médicos, artistas, sindicalistas e professores, entre outras profissões. Os novos integrantes já participam das reuniões dos grupos de trabalho nesta semana.

Fonte: Portal Planalto

Reportar erro