Notícia

Recuperação da economia

Michel Temer classifica medidas econômicas como indispensáveis

publicado: 09/12/2016 12h58, última modificação: 26/02/2018 12h08
Durante evento em Pernambuco, o presidente da República, Michel Temer, falou da importância e da necessidade das propostas apresentadas pelo governo

O presidente da República, Michel Temer, defendeu, nesta sexta-feira (9), as medidas econômicas propostas pelo governo para reorganizar a economia. Durante evento que liberou verbas para a região de Pernambuco atingida pela seca, ele afirmou que alguém tinha de ter coragem de resolver os problemas pelos quais o País passa.

“As medidas são impopulares hoje para serem populares amanhã. Esta é a grande verdade. Alguém tinha de ter coragem de enfrentar o problema que o Brasil está atravessando”, afirmou. Na noite de quinta-feira (8), o Senado terminou discussão do segundo turno da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 55/2016 do teto de gastos.

Com o encerramento desta fase, a matéria está pronta para votação em plenário, marcada para a próxima terça-feira (13), às 10h. Essa, assim como a reforma da Previdência, são medidas essenciais para o desenvolvimento do País.

“Elas [as medidas] são indispensáveis. Essa indispensabilidade vai se verificando pouco a pouco, especialmente com apoio do Congresso Nacional e com o apoio que teremos de vários setores sociais”, afirmou o presidente.

Fonte: Portal Planalto

error while rendering plone.belowcontentbody.relateditems
Reportar erro