Notícia

Manifestação

Temer repudia atos de vandalismo de manifestantes em Brasília

publicado: 29/11/2016 20h36, última modificação: 26/02/2018 12h28
portal planalto
Segundo o porta-voz, Alexandre Parola, o governo sempre esteve aberto ao diálogo e defende o direito às reivindicações, mas jamais aceitará atos de destruição do patrimônio público e privado
Temer repudia atos de vandalismo de manifestantes em Brasília

O porta-voz da Presidência da República, Alexandre Parola, falou com a imprensa nesta terça-feira (29) sobre as manifestações em Brasília. - Foto: Foto: Marcos Corrêa/PR

O presidente da República, Michel Temer, repudia o vandalismo, a destruição e a violência de um grupo de manifestantes, nesta terça-feira (29), em frente ao Congresso Nacional, em Brasília. O protesto diz respeito à Proposta de Emenda à Constituição (PEC) que fixa um teto para os gastos públicos, que está sendo votada, nesta noite de terça (29), em primeiro turno no Senado Federal.

“A intolerância não é forma de expressão democrática e não pode ser instrumento para pressionar o Congresso”, disse Temer por meio do porta-voz da Presidência da República, Alexandre Parola.

Segundo Parola, o governo sempre esteve aberto ao diálogo e defende o direito às reivindicações, mas jamais aceitará atos de destruição do patrimônio público e privado.

O porta-voz destacou que a imprensa também foi alvo desses ataques. “A liberdade de imprensa é um valor central em nossa democracia. O presidente lembra que a mesma Constituição que garante a liberdade de manifestação protege também a imprensa livre.”

“O País não pode ser palco de atos que só disseminam o medo e a intimidação para as famílias e os cidadãos brasileiros”, concluiu.

Fonte: Portal Planalto

 

Reportar erro