Notícia

Ajuste Fiscal

Para Rodrigo Maia, PEC do teto de gastos públicos será aprovada em segundo turno

publicado: 13/10/2016 20h51, última modificação: 26/02/2018 12h09
Presidente da Câmara dos Deputados afirma que a Casa tem compromisso com a aprovação de medidas para equilíbrio de contas do País

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), reiterou, nesta quinta-feira (13), o compromisso da Casa com a aprovação de medidas do ajuste fiscal enviadas pelo Executivo.

Na última segunda-feira (10), os deputados aprovaram por 366 votos a 111 a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) que limita os gastos públicos. Maia afirmou que a apreciação da matéria em segundo turno está marcada para o dia 24 de outubro.

"Nossa expectativa para o segundo turno é de que a gente possa ter um resultado igual ou melhor do que o resultado do primeiro turno. Isso vai dar uma sinalização clara à sociedade que o parlamento brasileiro entende que o equilíbrio das contas públicas precisa ser a prioridade do Brasil nos próximos anos", destacou em entrevista ao Portal Planalto.

Rodrigo Maia ressaltou ainda que, se for aprovada no segundo turno, a PEC deve ser analisada pelo Senado Federal ainda neste ano.

O presidente também comentou a agenda de votações para os próximos dias, que incluem a votação sobre a exploração do petróleo nos campos de pré-sal e também a reforma eleitoral. De acordo com Maia, haverá também uma sessão conjunta com os senadores para discutir a liberação de créditos extraordinários para o Fundo e Financiamento Estudantil (Fies) no valor de R$ 1,1 bilhão.

Fonte: Portal Planalto

Reportar erro