Notícia

Rio 2016

No Maracanã, Temer declara aberta a 31ª Olimpíada da Era Moderna

publicado: 05/08/2016 22h44, última modificação: 26/02/2018 12h28
Ao lado dos representantes do Comitê Olímpico Internacional (COI), Thomas Bach, presidente em exercício assiste a desfile de 10,5 mil atletas de 206 países
Temer participa, no Maracanã, da abertura da 31ª olimpíada da Era Moderna

Presente na cerimônia de abertura do evento, o presidente em exercício, Michel Temer

Foi dada a largada para a maior competição esportiva do planeta. A cerimônia de abertura da 31ª Olimpíada da Era Moderna foi marcada por um show de cores, sons e apresentações de artistas brasileiros consagrados, que encantaram não só o público presente no Maracanã, no Rio de Janeiro, mas cerca de cinco bilhões de pessoas, que assistiram via televisão e internet.

Presente na cerimônia, o presidente em exercício, Michel Temer, fez a abertura oficial dos jogos. "Após esse maravilhoso espetáculo", disse Temer, "declaro aberto os Jogos Olímpicos do Rio, celebrando a 31ª Olimpíada da Era Moderna".

Durante a cerimônia de abertura do evento, o presidente em exercício assistiu ao desfile de 10,5 mil atletas, de 206 países, ao lado do presidente do Comitê Olímpico Internacional (COI), Thomas Bach, e de outros dirigentes esportivos, como o presidente do Comitê Organizador dos Jogos, Carlos Arthur Nuzman, além de chefes de Estado, como o norte-americano John Kerry, e a diretora-geral da Organização Mundial da Saúde (OMS), Margaret Chan.

Com mais de três horas de duração, a festa mostrou a cultura e a história do Brasil por meio de apresentações artísticas. O público também vibrou com momentos já tradicionais da cerimônia, como o desfile das delegações, o juramento dos atletas, juízes e oficiais técnicos, o hasteamento da bandeira olímpica e o acendimento da Pira Olímpica.

Segundo os organizadores, a mensagem da cerimônia foi um clamor pela tolerância, pela celebração das diferenças e pela paz, tanto entre os povos quanto com o planeta.

Os Jogos Rio 2016 contam com 10.500 atletas de 206 países. Serão 306 provas com disputa de medalhas em 32 locais de competição.

A equipe brasileira terá participação recorde com 465 atletas, sendo 256 homens e 209 mulheres. A maior anterior havia sido na Olimpíada de Pequim, em 2008, quando o país teve 277 inscritos.

Fonte: Portal Planalto

Reportar erro