Notícias

Educação

Reforma do ensino médio deve avançar em 2018

publicado: 13/04/2018 00h00, última modificação: 10/06/2018 17h07
Ministro da Educação, Rossieli Soares, articula para equiparar Brasil a alto nível educacional de outros países

Tornar o currículo do ensino médio realmente atrativo para os jovens é uma forma de garantir que o Brasil evolua e chegue ao mesmo patamar de alta qualidade de outros países, analisou o ministro da Educação, Rossieli Soares, em entrevista ao Portal Planalto. “A proposta da base nacional do ensino médio está em discussão no Conselho Nacional de Educação, o que é prioridade para concretizarmos a reforma”, afirmou.

Como políticas prioritárias de governo, o ministro destacou ainda avanços na educação básica, com a aprovação da base nacional comum do ensino fundamental, e na educação superior, com a criação de novas instituições de ensino, como universidades e institutos federais. “Investimos R$ 3,8 bilhões em novas obras e para continuidade de obras de educação”, destacou o gestor, que avaliou as medidas como importantes para fomentar a inovação e a tecnologia no País. 

 

O ministro do @MEC_Comunicacao, Rossieli Soares, explica que sua gestão pretende tornar o currículo do ensino médio realmente atrativo para os jovens e, assim, garantir que o Brasil evolua e chegue ao mesmo patamar de alta qualidade dos outros países: https://t.co/AjA5T19m6j pic.twitter.com/kWIdS6r1r6

— Planalto (@planalto) 13 de abril de 2018

Fonte: Planalto 

Reportar erro
Assunto(s): Educação