Você está aqui: Página Inicial > Acompanhe o Planalto > Notícias > 2017 > 12 > Novo ministro garante: reforma é nossa meta principal e imprescindível

Notícia

Novo ministro garante: reforma é nossa meta principal e imprescindível

Relações Institucionais

Deputado federal eleito pelo Mato Grosso do Sul, Carlos Marun será o responsável pela articulação política do Governo do Brasil
por Planalto publicado: 15/12/2017 19h29 última modificação: 15/12/2017 20h56
Alan Santos/PR Reunião com líderes partidários foi marcada para a próxima terça-feira (19)

Reunião com líderes partidários foi marcada para a próxima terça-feira (19)

Após ser empossado como ministro-chefe da Secretaria de Governo, Carlos Marun colocou a aprovação da reforma da Previdência no Congresso Nacional como sua principal meta na linha de frente da articulação política do governo do presidente da República, Michel Temer. 

"Vamos começar colocando esta [aprovação da reforma] como nossa meta principal e imprescindível", destacou Marun, em entrevista ao Planalto. Para tanto, um encontro com os líderes partidários na Câmara dos Deputados foi marcado para a próxima terça-feira (19). 

Pelo calendário previsto, a reforma deve ser votada no plenário da Câmara dos Deputados em 18 de fevereiro. "A partir do momento em que a sociedade juntamente ao Governo começarem a cobrar os parlamentares a respeito desta necessidade da [aprovação] da reforma, nós estaremos mais próximos da vitória", ponderou o ministro.

Regras semelhantes

No texto da reforma fica prevista a adoção de uma idade mínima para homens e mulheres, além de um tempo de contribuição obrigatório, regras semelhantes para políticos, altos servidores públicos e funcionários da iniciativa privada. Marun argumentou que a aprovação da medida é essencial para pôr fim aos privilégios e para promover a igualdade social entre os brasileiros. 

Além disso, ele destacou que o apoio do Congresso Nacional foi primordial na conquista de resultados importantes para o País, como a redução dos juros a 7% e o controle da inflação. "O Congresso tem sido protagonista em todas essas ações de avanços e passos que foram dados conjuntamente pelo Governo e Congresso, que fazem com que hoje tenhamos saído da pior recessão da nossa história", ressaltou.

Fonte: Planalto