Você está aqui: Página Inicial > Acompanhe o Planalto > Notícias > 2017 > 10 > Temer: É urgente resgatar a solidariedade entre indivíduos e nações

Notícia

Temer: É urgente resgatar a solidariedade entre indivíduos e nações

Canonização de mártires

Presidente enviou mensagem após a canonização, pela Igreja Católica, de 30 mártires do Rio Grande do Norte, mortos em um ataque de intolerância religiosa
por Planalto publicado: 15/10/2017 09h17 última modificação: 15/10/2017 23h32

Em mensagem presidencial pela ocasião da canonização de mártires do Rio Grande do Norte, ocorrida neste domingo (15), o presidente da República, Michel Temer, defendeu a solidariedade entre indivíduos e nações e afirmou que a capacidade de cooperação da humanidade passa por “duros testes”. 

“É urgente resgatar a solidariedade entre os indivíduos, entre as nações”, afirmou o presidente. “O nosso mundo traz, infelizmente, marcas de extremismos, de incertezas. Nossa capacidade de cooperar, de agir em conjunto, está sendo submetida a duros testes. Atravessamos uma crise de solidariedade”, argumentou.

Canonização

Temer lembrou que a Igreja Católica decidiu tornar santos os 30 mártires que, no século XVII, foram mortos em um ataque de intolerância religiosa. Essas pessoas já haviam sido beatificadas pelo papa João Paulo II e, agora, foram canonizadas pelo papa Francisco. “Esses bravos e devotos resistentes são elevados à Santidade poucos dias após celebrarmos os 300 anos do surgimento da imagem de Nossa Senhora Aparecida”, relatou.

Ele ainda citou uma homilia do papa Francisco, na qual o pontífice diz que a “esperança é um impulso no coração de quem acolhe o desejo de encontrar-se, de conhecer-se, de dialogar”. “É com esse espírito que temos levado adiante transformações em nosso País”, afirmou o presidente.

Fonte: Planalto