Você está aqui: Página Inicial > Acompanhe o Planalto > Notícias > 2017 > 09 > Zuma: banco do Brics deve financiar projetos em outros países em desenvolvimento

Notícia

Zuma: banco do Brics deve financiar projetos em outros países em desenvolvimento

Brasil no Brics 2017

Para presidente da África do Sul, cooperação entre governos e iniciativa privada, como feita no Brasil por Michel Temer, é essencial para o crescimento
por Portal Planalto publicado: 03/09/2017 06h54 última modificação: 03/09/2017 22h40

Financiar projetos de infraestrutura em países em desenvolvimento, especialmente na África, deve ser o foco do Novo Banco de Desenvolvimento (NDB), o banco do Brics. Essa é a opinião do presidente da África do Sul, Jacob Zuma, durante discurso na sessão especial do Fórum Empresarial do grupo que reúne Brasil, Rússia, Índia, China e os sul-africanos.

“O banco tem que ajudar outros países em desenvolvimento, especialmente países da África”, disse Zuma. Para ele, o financiamento deve ocorrer principalmente em áreas como infraestrutura e energia. Desde 2015, o banco já concedeu 11 empréstimos para projetos, com um valor total de US$ 3 bilhões.

Zuma acredita que o sucesso dos países do Brics passa pela cooperação multilateral e pela parceria com a iniciativa privada. Na visão dele, para alcançar um “futuro brilhante”, é preciso unir esforços com o setor empresarial. O presidente sul-africano destacou, por exemplo, as medidas tomadas pelo presidente da República, Michel Temer, no Brasil.

“Governo não sobrevive independentemente da iniciativa privada. Assim como o presidente Michel Temer na América Latina, estamos contribuindo com países na África”, afirmou. “Vamos continuar com espírito grande para o desenvolvimento em comum. Este contexto de recessão econômica precisamos ter inovação e um espírito para recuperar a economia”, disse.

Fonte: Portal Planalto