Você está aqui: Página Inicial > Acompanhe o Planalto > Notícias > 2017 > 09 > Temer diz que países do Brics são destinos "vantajosos" para investimentos brasileiros

Notícia

Temer diz que países do Brics são destinos "vantajosos" para investimentos brasileiros

Brasil no Brics 2017

Presidente ressaltou que integrantes do grupo também encontram oportunidades de negócios no Brasil e comemorou assinatura de atos para aumentar o comércio entre os países
publicado: 04/09/2017 08h35 última modificação: 04/09/2017 10h19
Foto: Rogério Melo/PR Temer durante reunião ampliada dos Chefes de Estado e de Governo do Brics

Temer durante reunião ampliada dos Chefes de Estado e de Governo do Brics

Em reunião com líderes do Conselho Empresarial do Brics nesta segunda-feira (4), o presidente da República, Michel Temer, afirmou que os países do grupo são destinos “vantajosos” para os produtos e investimentos brasileiros. Temer lembrou que o comércio do Brasil com o Brics recuperou seu dinamismo neste ano: “tem sido notável a tendência de crescimento e a diversificação dos fluxos de investimento entre nossos países”, afirmou.

A expectativa do presidente é de que as perspectivas para quem quer investir no Brasil se multipliquem com a retomada da economia do País. Ele também apresentou algumas medidas tomadas pelo governo, como a agenda de reformas e o programa de concessões e privatizações, para criar “condições mais favoráveis para investimentos e infraestrutura”. 

Temer citou os resultados que mostram a retomada do crescimento, como o controle da inflação, a queda nos juros, a recuperação da produção industrial, os recordes na agricultura e a geração de empregos. "Neste momento de modernização de nossa economia, multiplicam-se as perspectivas para quem quer investir no Brasil. Reconquistamos a confiança e o otimismo", concluiu. 

Atos 

Durante a reunião, foram assinados quatro atos: o Plano de Ação do Brics para Cooperação em Inovação (2017-2020); o Plano de Ação do Brics sobre Cooperação Econômica e Comercial; o Memorando de Entendimento entre o Conselho Empresarial do Brics e o Novo Banco de Desenvolvimento sobre Cooperação Estratégica; e a Estratégia do Brics para Cooperação Aduaneira.

Para Temer, a assinatura desses atos demonstra o empenho em aumentar ainda mais o comércio e os investimentos entre os países do grupo. “As variadas iniciativas aqui relatadas contribuem para trazer o Brics para mais perto de nossos setores produtivos”, avaliou. 

Esses atos somam-se aos mais de 60 acordos de entendimento comum em comércio, comércio eletrônico, finanças, indústrias, cultura e cinema, entre outros, que foram assinados durante a  9ª cúpula dos chefes de Estado e de Governo do Brics. 

Fonte: Portal Planalto