Você está aqui: Página Inicial > Acompanhe o Planalto > Notícias > 2017 > 09 > Parlamentares afirmam que números da economia são incontestáveis

Notícia

Parlamentares afirmam que números da economia são incontestáveis

Retomada econômica

Depois de reunião com o presidente da República e líderes da base do governo, parlamentares avaliam que economia está no caminho certo
por Portal Planalto publicado: 13/09/2017 11h46 última modificação: 13/09/2017 12h17

Depois de participar de reunião com o presidente da República, Michel Temer, parlamentares e ministros, o líder do governo na Câmara, o deputado Agnaldo Ribeiro (PP-PB) afirmou que os números da economia são incontestáveis. A reunião ocorreu durante café da manhã no Palácio da Alvorada, nesta quarta-feira (13).

No encontro, a equipe do presidente apresentou aos líderes do governo na Câmara os dados econômicos do País e a melhora observada nesses indicadores a partir de maio de 2016. “O que o governo plantou em termos de decisões, o País está colhendo agora”, observou o parlamentar. “Os números da economia são incontestáveis”, afirmou.

Ele ponderou ainda que as medidas adotadas pelo governo são corretas e têm compromisso com o Brasil. São medidas, segundo o parlamentar, que não são populistas, mas efetivas para o País.

“Estamos tendo a recuperação do emprego, queda dos juros, retomada do crescimento econômico, recorde histórico da bolsa”, relatou o deputado. Ele explicou ainda que esses resultados também são fruto da aprovação de medidas no Congresso Nacional, como o teto dos gastos, a nova lei de terceirização e a modernização trabalhista.

Volta da credibilidade

Para o líder do PMDB na Câmara, Baleia Rossi (SP), o presidente Michel Temer “pegou o nosso País absolutamente destruído em credibilidade” e reverteu esse quadro. Ele ponderou que o governo ainda precisa avançar mais para garantir a plena recuperação da economia, mas que já há resultados das primeiras medidas.

“Todos os índices econômicos demostram que o País está voltando para os trilhos, que está recuperando sua credibilidade”, disse. “Já podemos projetar que, até o fim do ano, teremos uma melhora da nossa economia e um 2018 ainda melhor”, afirmou o deputado.

Fonte: Portal Planalto