Você está aqui: Página Inicial > Acompanhe o Planalto > Notícias > 2017 > 09 > Para Temer, índices econômicos mostram otimismo e confiança na economia

Notícia

Para Temer, índices econômicos mostram otimismo e confiança na economia

Diálogo

Acompanhado de ministros, presidente da República debateu com representantes da indústria e das centrais sindicais medidas para a recuperação econômica do País
publicado: 12/09/2017 15h34 última modificação: 12/09/2017 17h09

Redução da inflação e da queda de juros, aumento da produção industrial, saldo positivo na geração de empregos e safra agrícola histórica, entre outros índices motivam a tendência de alta da Bolsa de Valores de São Paulo. Para o presidente da República, Michel Temer, a superação dos 74 mil pontos no Ibovespa nesta segunda-feira (11) indica a “pujança da economia” brasileira.

“E mais do que a pujança da economia, o otimismo, a confiança, a segurança, a tranquilidade para saber que o Brasil está crescendo”, afirmou Temer, após reunião com ministros, representantes de entidades empresariais e sindicais nesta terça-feira (12). No encontro, foram debatidas medidas para ajudar a recuperação econômica do País.

Na comparação com o ano passado, o País viu a inflação desabar de 9,28% para 2,46%. A taxa de juros Selic estava em 14,25%; agora chegou a 8,25%. Produção industrial, em especial a de veículos, registra aumento, assim como o saldo da balança comercial, as vendas de produtos brasileiros para o exterior e a safra agrícola, que deverá produzir novo recorde.

“Quero apenas dizer, se me permitem, fazer um pare e compare. E eu quero, nesse pare e compare, mostrar um pouco aos senhores, depois de terem ouvido que nós saímos de uma recessão acentuadíssima, que nós progredimos nesses 16 meses, 17 meses de governo”, destacou Temer no encerramento da reunião, no Palácio da Alvorada.

Diálogo

Na abertura da cerimônia, que ocorreu no Palácio do Planalto, Temer afirmou que o ato representa o diálogo entre os mais diferentes setores da sociedade. “O governo não governa sozinho, não governa por conta própria, mas governa em conjugação com a sociedade civil. E, particularmente, governa com os setores produtivos do País, ou seja, empregadores e empregados.”

Representantes das entidades entregaram propostas ao presidente para gerar empregos e retomar o crescimento do Brasil. Os ministros do Trabalho, Ronaldo Nogueira, e dos Transportes, Portos e Aviação Civil, Maurício Quintella, também apresentaram aos sindicalistas os resultados já alcançados pelo governo, como a geração recorde de empregos em agosto e a melhoria da infraestrutura com o Programa de Parcerias de Investimento (PPI).

Este é o segundo encontro entre o presidente Michel Temer e as centrais sindicais nesta semana. Nessa segunda-feira (11), eles se reuniram e discutiram sobre a medida provisória que vai ajustar alguns pontos da modernização trabalhista, sancionada em julho.

Fonte: Portal Planalto