Você está aqui: Página Inicial > Acompanhe o Planalto > Notícias > 2017 > 09 > Para líder governista, avanço da economia reforça importância da reforma da Previdência

Notícia

Para líder governista, avanço da economia reforça importância da reforma da Previdência

Retomada

Um dos responsáveis pela articulação da base aliada no Congresso, Lelo Coimbra destaca a necessidade de dar sustentabilidade à retomada da economia
por Portal Planalto publicado: 13/09/2017 18h49 última modificação: 13/09/2017 19h19

Inflação e juros em queda, saldo positivo na geração de empregos e balança comercial registrando números inéditos reforçam a necessidade de aprovar reformas em discussão no Congresso Nacional, como da Previdência Social e a modernização trabalhista.

Essa é a opinião do líder da maioria no Congresso Nacional, deputado Lelo Coimbra (PMDB-ES). Um dos responsáveis pela articulação governista no Legislativo, o parlamentar participou de reunião nesta quarta-feira (14) com o presidente da República, Michel Temer.

“Tem uma ‘reforma-mãe’ que é fundamental neste momento, que é a reforma da Previdência”, disse, em entrevista ao Portal Planalto. “Nós precisamos dar sustentabilidade [aos avanços]. Para isso, precisamos dar o passo seguinte, que é continuar com o processo de reformas”, destacou.

Pela proposta de reforma, será adotada uma idade mínima de 65 anos para homens e de 62 para mulheres, entre outras mudanças. “A economia foi colocada no seu trilho. As pessoas já sentem e já falam que a recessão acabou... Estamos em um momento muito positivo”, disse o parlamentar.

Otimismo

Em reunião com parlamentares da base aliada nesta quarta-feira (13), o presidente Michel Temer também alertou para a trajetória positiva da economia consolidada em pouco mais de um ano de governo.

Na ocasião, Temer mostrou que as reformas e medidas aplicadas pelo governo federal tiveram papel decisivo para derrubar a inflação, hoje em 2,46% – o menor nível em 18 anos –, os juros e ainda elevar a produção da indústria nacional e o crescimento econômico.

Fonte: Portal Planalto