Você está aqui: Página Inicial > Acompanhe o Planalto > Notícias > 2017 > 08 > Governo garante a qualidade dos novos cursos de medicina

Notícia

Governo garante a qualidade dos novos cursos de medicina

Ensino Superior

Secretaria do MEC vai acompanhar as faculdades de perto. Ministro da Educação vê a saúde como uma área com necessidade de profissionais bem formados
por Portal Planalto publicado: 01/08/2017 18h01 última modificação: 01/08/2017 21h45
Alan Santos/PR Ministro destaca trabalho contínuo para melhorar educação no País

Ministro destaca trabalho contínuo para melhorar educação no País

O ministro da Educação, Mendonça Filho, afirmou, nesta terça-feira (1º), que o governo vai usar a Secretaria de Regulação e Supervisão da Educação Superior (Seres) para garantir a qualidade dos 11 cursos de medicina abertos em cerimônia com o presidente da República, Michel Temer, no Palácio do Planalto.

Em entrevista ao Portal Planalto, Mendonça destacou o "ritmo de transparência e celeridade" do governo para assegurar a qualidade do ensino no País. Em especial relacionado à formação de novos médicos. "É uma área que cuida das pessoas que precisam de profissionais bem formados”, disse.

Na primeira fase, são 11 cursos divididos em quatro estados do Sul e do Sudeste, com a criação de 710 vagas por ano. As etapas seguintes do projeto vão contemplar as regiões Norte e Nordeste do País. Quando o processo for encerrado, haverá 2.305 novas vagas em medicina.

“Continuamos trabalhando de forma cotidiana e permanente para que a educação no Brasil possa ser uma garantia de oportunidade para o nosso povo. Jovens, crianças, todos precisam ter acesso à educação de qualidade”, completou Mendonça.

Fies

Outra proposta pretende unir as novas vagas com políticas de acesso à educação superior, como o Fundo de Financiamento Estudantil (Fies). Segundo o ministro, o governo está remodelando o programa para garantir sua sustentabilidade no médio prazo e, assim, oferecer, em 2018, 100 mil vagas com juro zero para estudantes de todo o Brasil.

Fonte: Portal Planalto

registrado em: , ,