Você está aqui: Página Inicial > Acompanhe o Planalto > Notícias > 2017 > 08 > Governo cria calendário de eventos para geração de emprego e renda no RJ

Notícia

Governo cria calendário de eventos para geração de emprego e renda no RJ

Rio de Janeiro

Além de movimentar o turismo e gerar renda, outra frente do plano consiste em incentivar beneficiários do Bolsa Família a participarem de diversas atividades
por Portal Planalto publicado: 03/08/2017 21h34 última modificação: 04/08/2017 21h05
Valter Campanato/Agência Brasil Ministros de diversas pastas se reuniram para discutir a situação do Rio

Ministros de diversas pastas se reuniram para discutir a situação do Rio

O governo federal definiu, nesta quinta-feira (3), as diretrizes para o projeto Rio de Janeiro a Janeiro, que consiste na promoção de um calendário de eventos culturais, esportivos e corporativos com o objetivo de gerar emprego e renda no estado.

Serão cerca de 150 eventos durante 2018, com investimento previsto de R$ 200 milhões, vindos de parcerias com empresas privadas e estatais, além do uso de leis de incentivo municipal, estadual e federal. A expectativa do governo é aumentar o turismo no Rio de Janeiro em 20%, gerando, com isso, R$ 6 bilhões na economia do estado.

“Queremos abrir alternativa de empregos, criar empregos nos próprios eventos para que haja uma interação social e com isso possamos estimular a todos, jovens e adultos; a sua capacidade; garantir igualdade de oportunidades para que as pessoas possam vencer e se realizar com seu próprio esforço”, disse o ministro-chefe da Secretaria-Geral da Presidência da República, Moreira Franco.

Além de Moreira, participaram da reunião os ministros dos Transportes, Maurício Quintella; da Cultura, Sérgio Sá Leitão; do Desenvolvimento Social, Osmar Terra; do Esporte, Leonardo Picciani; e o secretário-executivo do Turismo, Alberto Alves.

Inclusão e educação

Como incentivo para famílias de jovens que participarem de atividades esportivas, culturais, de empreededorismo e de inclusão digital no contraturno escolar, o governo vai dobrar o benefício do programa Bolsa Família das famílias que possuem adolescentes e jovens participantes da ação. Serão cerca de R$ 6 milhões a mais de benefício por mês até o final de 2018.

“Queremos inspirá-los em outros tipos de atividades e mostrar que um outro mundo é possível para eles. Que eles não estão destinados a ficar naquela condição de pobreza ou de alguma maneira tolhidos pelo crime organizado. Que é possível eles terem uma perspectiva melhor de vida”, disse o ministro da pasta, Osmar Terra.

Fonte: Portal Planalto

registrado em: , ,