Notícia

Modernização do País

Empresários do setor de supermercados declaram apoio às reformas econômicas

publicado: 16/08/2017 13h07, última modificação: 26/02/2018 12h28
Representantes do ramo avaliam que reformas vão transformar o Brasil em um país mais competitivo e eficiente
Empresários supermercadistas declaram apoio às reformas econômicas

João Sanzovo, presidente da Associação Brasileira de Supermercados (Abras) - Foto: Foto: Alan Santos/PR

Empresários do ramo supermercadista declararam apoio às reformas estruturantes promovidas pelo governo federal. Durante assinatura de decreto que classifica o setor como essencial para a economia, nesta quarta-feira (16), João Sanzovo, presidente da Associação Brasileira de Supermercados (Abras), afirmou que o Brasil será um país muito melhor após as reformas.

Sanzovo avaliou que a modernização trabalhista é uma mudança importante para a economia do País, com capacidade de gerar emprego e renda. Ele ainda citou estudos de bancos privados e de organismos internacionais que mostram que a medida deve gerar cerca de 1,5 milhão de empregos, além de melhorar a posição brasileira no ranking de competitividade.

“Com certeza seremos um outro País muito melhor depois dessas reformas”, afirmou o empresário. “O senhor tem dito que quer colocar o Brasil nos trilhos, e isso está acontecendo. Além de estar nos trilhos, o trem está na direção certa”, argumentou.

Resultado das reformas

Para o deputado Domingos Sávio (PSDB-MG), as reformas já apresentam resultados concretos. “O senhor [presidente Temer] tem sido o presidente que o Brasil tanto precisa nesse momento”, afirmou. “O senhor promoveu reformas que começam a produzir benefícios concretos. As mudanças já estão acontecendo. Sobre a sua liderança, não tenho dúvidas de que elas continuaram”, ponderou.

Fonte: Portal Planalto, com informações da Abras