Você está aqui: Página Inicial > Acompanhe o Planalto > Notícias > 2017 > 08 > Em ação conjunta, autoridades prendem suspeitos de assalto no Paraguai

Notícia

Em ação conjunta, autoridades prendem suspeitos de assalto no Paraguai

Segurança

Ação da Polícia Federal e Abin, em parceria com autoridades paraguaias, resultou em prisão de suspeitos de assalto à Prosegur
por Portal Planalto publicado: 12/08/2017 11h24 última modificação: 12/08/2017 12h18
Antonio Cruz/ Agência Brasil Em comunicado oficial, autoridades destacaram esforço conjunto contra o crime organizado

Em comunicado oficial, autoridades destacaram esforço conjunto contra o crime organizado

Em esforço conjunto com as autoridades paraguaias, a Polícia Federal e a Agência Brasileira de Inteligência (Abin) prenderam e expatriaram membros da facção criminosa Primeiro Comando Capital (PCC) suspeitos de assaltar a empresa de transporte de valores Prosegur, no Paraguai.

Em nota, as autoridades brasileiras ressaltaram o esforço do governo federal no combate a organizações criminosas e a importância da cooperação do país vizinho.

“O governo federal brasileiro está realizando um conjunto de ações integradas de segurança para o Rio de Janeiro, por meio do Plano Nacional de Segurança, que prevê uma atuação abrangente, incluindo demais estados da Federação e países vizinhos”, diz a nota, assinada pelo Gabinete de Segurança Institucional e Abin.

Segundo o comunicado, os suspeitos de assaltar a empresa Prosegur em abril, no Paraguai, foram detidos e entregues às autoridades brasileiras. “No escopo da cooperação federal de combate a organizações criminosas, em particular contra facções com atuação no Rio de Janeiro, a Polícia Nacional do Paraguai, prendeu e deportou integrantes do PCC com o apoio da Abin e da Polícia Federal”, informou o GSI.

Fonte: Portal Planalto, com informações da GSI