Você está aqui: Página Inicial > Acompanhe o Planalto > Notícias > 2017 > 07 > Presidente chega à Alemanha para reunião de cúpula do G20

Notícia

Presidente chega à Alemanha para reunião de cúpula do G20

Brasil no G20

Michel Temer vai mostrar dados concretos de recuperação da economia brasileira, como o andamento das reformas, a queda da inflação e o aquecimento da atividade industrial
por Portal Planalto publicado: 07/07/2017 01h35 última modificação: 11/07/2017 12h07

O presidente da República, Michel Temer, chegou na madrugada desta sexta-feira (7) (por volta da 1h, no horário de Brasília) a Hamburgo, na Alemanha, onde vai participar da reunião de cúpula do G20. Antes de iniciar a agenda oficial do evento, o presidente se reúne com chefes de Estado e de governo do Brics, grupo econômico formado por Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul.

Na chegada ao hotel onde está hospedado, o presidente apontou as discussões entre os países do Brics e do G20 sobre temas como meio ambiente e o fortalecimento das relações internacionais como destaques da programação. Questionado sobre a situação econômica do País, destacou a melhora em diversos índices: “Estamos crescendo o emprego, estamos crescendo a indústria, estamos crescendo o agronegócio”.

Já dentro da programação da cúpula, Temer participa de reunião de líderes do G20 e sessões de trabalho. No fim do dia, o presidente assistirá a um concerto da Filarmônica de Hamburgo em homenagem aos chefes de Estado e de Governo do grupo. No sábado (8), ele termina sua participação na cúpula em mais uma sessão de trabalho.


Recuperação

O presidente vai mostrar à cúpula do G20, que reúne as maiores economias do mundo, dados concretos de recuperação da economia brasileira, como o andamento das reformas, a queda da inflação e o aquecimento da atividade industrial.

Com o lema “moldando um mundo interconectado”, a edição deste ano deverá reconhecer o início da retomada do crescimento econômico, mas também a necessidade de se continuar utilizando as ferramentas disponíveis para torná-lo forte, sustentável, equilibrado e inclusivo, tanto no plano nacional quanto no internacional.

Grupo

O Grupo dos 20 foi criado em 1999, no contexto das crises de balanço de pagamentos em economias emergentes, que tiveram início em meados daquela década. É um foro para a cooperação internacional em temas econômicos e financeiros, congregando países desenvolvidos e em desenvolvimento com projeção sistêmica na economia mundial, para diálogo e cooperação centrados em temas financeiros.

Além do Brasil, o G20 tem os seguintes integrantes: África do Sul, Alemanha, Arábia Saudita, Argentina, Austrália, Canadá, China, República da Coreia, Estados Unidos, França, Índia, Indonésia, Itália, Japão, México, Reino Unido, Rússia, Turquia e União Europeia. Os países que integram o G20 representam 90% do PIB mundial, 80% do comércio internacional e 2/3 da população mundial e 84% da emissão de gases de efeito estufa.

Dentre os principais objetivos do G20 estão: coordenar políticas entre seus membros para promover o crescimento sustentável e a estabilidade econômica; promover regulação financeira que reduza o risco de futuras crises financeiras e reformar a arquitetura financeira internacional.

Fonte: Portal Planalto