Você está aqui: Página Inicial > Acompanhe o Planalto > Notícias > 2017 > 07 > Novo aporte de recursos mostra responsabilidade social do governo, diz Temer

Notícia

Novo aporte de recursos mostra responsabilidade social do governo, diz Temer

Saúde

Durante anúncio de mais R$ 1,7 bilhão para a saúde, presidente ressaltou importância do equilíbrio das contas para investimento em áreas sociais
publicado: 13/07/2017 14h37 última modificação: 03/10/2017 14h30
Foto: Beto Barata/PR Anúncio de R$ 1,7 bilhão para saúde é demonstração clara, segundo Temer, da cooperação entre as esferas

Anúncio de R$ 1,7 bilhão para saúde é demonstração clara, segundo Temer, da cooperação entre as esferas

Após anunciar R$ 1,7 bilhão em novos aportes financeiros para a saúde, o presidente da República, Michel Temer, ressaltou a gestão eficiente do dinheiro público pelo governo federal como uma forma de aumentar os investimentos em áreas sociais.

“É uma gestão eficiente do dinheiro público, como o nosso governo tem praticado. Significa mais recursos para a área social, significa um Estado voltado, de verdade, para a promoção do bem-estar do cidadão”, destacou Temer, em discurso em cerimônia no Palácio do Planalto.

Os recursos são provenientes de economia que o Ministério da Saúde obteve com a renegociação de contratos para a compra de medicamentos e vacinas, por exemplo. Agora, os valores serão reaplicados na atenção básica e compra de veículos como vans e ambulâncias.

Segundo Temer, a aplicação desses valores em serviços para a população “demonstração clara” da responsabilidade fiscal e social com a qual o governo trabalha. “Responsabilidade fiscal e social são indissociáveis”, resumiu.

Teto de gastos

Na visão do presidente, o anúncio de mais R$ 1,7 bilhão para a saúde contraria as expectativas negativas em relação à emenda constitucional que estabeleceu um teto para os gastos públicos. Com a mudança na Constituição, o governo não pode gastar mais do que arrecada.

“Quando lançamos o teto de gastos, diziam que a saúde, assim como a educação, ia perder recursos. O que se vê é justamente o contrário: há uma produção extraordinária de trabalhos na saúde, à qual mais brasileiros e brasileiras terão acesso”, comemorou.

Empregos

Temer lembra também outras conquistas do governo em prol da população, como a aprovação da modernização da legislação trabalhista, que será sancionada na tarde desta quinta-feira (13).

“Flexibilizamos relações trabalhistas para combater desemprego. Em brevíssimo tempo, haverá queda do desemprego e vamos recolocar o Brasil no rumo do qual nunca devia ter saído, que é o rumo do desenvolvimento”, afirmou.

Fonte: Portal Planalto